ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
DestaquesPolíciaTodas as Notícias

Em Picos, pedreiro morre após ser baleado por agentes da PRF

Um silêncio ensurdecedor foram as repostas por parte das autoridades policiais picoenses sobre a morte do pedreiro identificado por Joilson Pereira, residente no bairro Paroquial, morto com dois tiros na noite dessa terça-feira (02/06) no bairro Bomba, em Picos.

Segundo relatos de familiares e amigos, a vítima voltava pra casa depois de mais um dia de trabalho na cidade de Bocaina quando se deparou com uma viatura da PRF (Polícia Rodoviária Federal) nas proximidades da agência da Caixa Econômica Federal do bairro Bomba.

Motocicleta da vítima

O pedreiro teria tentado fugir da viatura pela contramão das laterais da BR 316 por estar com a documentação da moto atrasada. De acordo com a família, durante a fuga, os agentes da PRF dispararam dois tiros que atingiram um braço e a região do tórax da vítima.

Segundo a esposa da vítima, Maria Raimunda Lima, o pedreiro chegou a contar a ela no hospital como ocorreu os disparos. “O que ele me falou no hospital que foi covardia dos policiais. Ele me disse assim: ‘Raimunda, fizeram isso na covardia. Foram dois tiros’. Não justifica eles atirarem a queima roupa só porque ele não parou. Meu marido trabalhava de dia e noite, não parava nem nos domingos”, disse.

O sobrinho da vítima, Ítalo Marcos Pereira, disse que Joilson era uma pessoa boa e trabalhadora. “Ninguém tem o que falar dele. Estamos todos aqui muito tristes e é inacreditável. Acho que atiraram nele pelo fato dele ser negro. Foi preconceito”, lamentou.

Atendimento no Hospital Regional

Wilson foi socorrido e levado para o Hospital Regional Justino Luz, onde veio a óbito ainda no corredor da unidade de saúde a espera de atendimento. Por esse motivo, a família também acusa o Hospital de negligência médica, pois segundo relatos, somente depois da sua morte é que a equipe médica conseguiu identificar que existia um segundo projétil alojado no tórax.

Wilson, vítima de morte tola e brutal

Contatos com a PRF

Nossa equipe tentou contato com a Polícia Rodoviária Federal, mas os agentes locais não quiseram falar sobre o episódio. Também procuramos o NUCOM da PRF (Núcleo de Comunicação), através do Inspetor Alexsandro, e este nos informou que uma nota sobre o caso seria divulgada hoje(4). As polícias civil e militar de Picos também não comentaram sobre o ocorrido.

O PORTAL RIACHAONET abre espaço para que as autoridades policiais e o Hospital Regional de Picos possam dar sua versão dos fatos.

Nota da PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) lamenta o desfecho da ocorrência policial registrada na noite desta terça-feira (02), na BR-316, em Picos/PI, que resultou no óbito do condutor da motocicleta envolvida na ação.

A Polícia Rodoviária Federal informa que as circunstâncias e procedimentos adotados na ação policial serão apuradas pelo órgão e reafirma seu zelo na proteção da vida de toda sociedade, nela incluída seus agentes. A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Federal, em Teresina/PI.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui