ad16
DestaquesEducaçãoTodas as Notícias

Em Picos, professores protestam e Wellington Dias desiste de inaugurar escola

O governador do Piauí, Wellington Dias, foi vaiado e precisou sair com seu carro cercado por seguranças na inauguração de uma escola no bairro Junco, nesta quinta-feira (24). O evento, à princípio festivo, acabou marcado por um protesto de professores da Rede Estadual de Ensino.

O governador chegou ao local, onde era aguardado por políticos da região, mas acabou recepcionado por um grupo de professores. Apesar de poucos, os manifestantes fizeram muito barulho.

A professora Gisele Dantas, presidente do Sinte regional, falou que já são quatro anos sem reajuste da categoria, ela destacou que a greve continua.

“Estamos nesta luta cobrando nossos direitos, são quatro anos sem reajuste de salário. O governo apresentou uma proposta imoral, colocou na mesa de negociação um reajuste de 2019, então a greve continua”, disse.

O professor Mário Fontes falou de sua indignação com o atual governo e destacou a importância da categoria ir às ruas. “A gente viu muito segurança e policial, a gente não oferece nenhum perigo, a nossa arma é o pincel e a educação, a gente quer ser tratado também com dignidade”, falou.

[elementor-template id=”231208″]

A diretora da Unidade Escolar Mário Martins, Islândia Araújo, falou da satisfação de estar reinaugurando a escola e frisou que a manifestação é direito da categoria.

“Foram nove anos de espera. É uma obra de suma importância para a comunidade bairro Junco e bairros vizinhos, esse sonho era o sonho de toda a comunidade escolar que não desistiu, mesmo sem estrutura física, hoje nós temos 420 alunos o ambiente é espaçoso, estamos realizando um sonho”, disse.

Fonte: Fabricia Rivas/ Portal Grande Picos

Fotos: RiachaoNet

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.