ad16
DestaquesTodas as Notícias

Em Picos, Sessão Solene celebra aniversário do PT e do PC do B

Mesmo com 100 anos de trajetória, em Picos, o PCdoB possui apenas 22 anos, bem mais novo que a sigla petista no município, que surgiu há 32 anos, 10 anos após o nascimento no Brasil.

Aconteceu na noite desta terça-feira (19), na Câmara de Vereadores de Picos, uma sessão solene em homenagem ao aniversário de 100 anos do PCdoB e de 42 do PT no Brasil, siglas que têm caminhado juntas ao longo de suas trajetórias.

Mesmo com 100 anos de trajetória, em Picos, o PCdoB possui apenas 22 anos, bem mais novo que a sigla petista no município, que surgiu há 32 anos, 10 anos após o nascimento no Brasil.

O presidente do PCdoB em Picos, Edilberto Cirilo, comentou que hoje, na cidade, 300 pessoas são filiadas à sigla. Ele mensurou a importância de se celebrar a data, visto a jovialidade do partido em se reinventar.

“Para a gente é uma data importante, pois não é todo dia que se comemora 100 anos. Apesar disso, nosso partido tem chegado a essa idade cheio de juventude, pois, a cada dia que passa, ele se renova, se reveste de luta, força e esperança pelo país”, afirmou.

Presidente do PCdoB em Picos, Edilberto Cirilo – Foto: Jaqueline Rajner

Já o presidente do PT em Picos, o vereador Wellington Dantas, explicou o porquê da celebração de aniversário dos partidos ter sido conjunta. Ele destacou o posicionamento igualitário que as siglas possuem para várias pautas.

“Tivemos a ideia dessa sessão conjunta por conta do alinhamento de ideias que os dois partidos possuem de forma histórica. O PT desde que foi fundado, em 1980, passou a ser um dos principais parceiros do PCdoB a nível nacional, principalmente na luta pela democracia, na garantia dos direitos humanos, pela inclusão social e melhoria da qualidade de vida da população. No Piauí e em Picos não é diferente”, declarou.

Presidente do PT de Picos, Wellington Dantas – Foto: Jaqueline Rajner

Militante no PT há 32 anos, a professora Oneide Rocha destacou os avanços que o Partido dos Trabalhadores trouxe a Picos nos últimos anos, especialmente na área da educação.

“Desde que o partido foi criado, em 1980, eu militava por ele, pois é um partido de resistência e que se preocupa, principalmente, pelos trabalhadores, pelos mais pobres, que luta pelo desenvolvimento sustentável em distribuição de renda, por democracia e investe na educação, a exemplo do campus da UFPI de Picos, que até 2016 tinha dois cursos e 180 alunos, e hoje está com 11 cursos, quase 150 professores mestres e doutores, e aproximadamente 4.000 alunos”, disse.

Oneide Rocha – Foto: Jaqueline Rajner

A sessão contou com a presença de inúmeras autoridades locais e estaduais, assim como de filiados de ambos os partidos. Entre eles estava o presidente estadual do PCdoB, Zé Carvalho. Ele ressaltou o momento histórico no qual surgiu o partido e suas lutas até os dias atuais.

“O partido que completa 100 anos é porque possui uma história longa no país. Ele foi fundado em 1922, em um ambiente importante para o Brasil com a Semana de Arte Moderna, o movimento Tenentista, entre outros. Naquela época, na década de 20, o PCdoB já lutava pelo voto da mulher. É um partido fruto da democracia e dessa luta coletiva da evolução da consciência política do povo”, frisou.

Presidente estadual do PC do B, José Carvalho – Foto: Jaqueline Rajner

Esteve na sessão a ex-deputada e suplente do PCdoB Elisângela Moura. Ela ressaltou sua alegria em estar presente na solenidade picoense.

“É mais do que justa essa homenagem. É um momento de alegria poder fazer parte dessa festa. Desde os meus 16 anos que sou filiada ao PCdoB. Entendemos isso como uma grande homenagem”, disse.

Fonte: Jaqueline Rajner/ Cidades em Foco

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.