ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesPolíciaTodas as Notícias

Empresário e mais 14 pessoas são presas na Operação Entre Rios

A operação prendeu 15 pessoas por tráfico de drogas e associação para o tráfico, dentre elas um empresário que atuava no setor automobilístico e de agricultura nas cidades de Teresina e Timon.

Na manhã desta terça-feira (14), a Polícia Civil, na figura da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (DEPRE) e da Diretoria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Piauí, deflagrou a Operação Entre Rios. A operação prendeu 15 pessoas por tráfico de drogas e associação para o tráfico, dentre elas um empresário que atuava no setor automobilístico e de agricultura nas cidades de Teresina e Timon.

De acordo com informações da Polícia Civil, o objetivo da operação era identificar e localizar os componentes de organização criminosa que atuava nos bairros Dirceu Arcoverde I, Jardim Europa, Planalto Bela Vista e São Joaquim, em Teresina, assim como no Residencial Novo Tempo e no Povoado São Gonçalo, na cidade de Timon.

Os entorpecentes viriam do Estado do Pernambuco e seriam guardados em duas propriedades rurais localizadas em Timon.

Um dos indiciados na operação é o empresário Carlos Roberto dos Santos, que já tem passagem pela polícia por tráfico de drogas em 2005 na Bahia e em 2006 no Piauí. Segundo as investigações, o empresário seria o chefe da organização, atuando no abastecimento e distribuição dos entorpecentes. Ele também seria empresário atuante nos ramos automobilístico, onde mantinha uma loja de autopeças no bairro Tabuleta, zona Sul de Teresina, e no ramo de agricultura, como produtor rural de melancia em Timon.

A Polícia Civil ainda cumpriu mandados de prisão e busca e apreensão contra Francisco Dalton de Araújo Oliveira, José Terto da Silva Filho, Fabrícia Abreu Fernandes Noronha, David dos Santos Bomfim, Sebastião Rodrigues Marques e Daniela Rodrigues Marques de Oliveira, todos acusados de participarem do esquema de tráfico de drogas, assim como Hailton da Silva Marques e Manoel Alcides da Silva, ambos funcionários da propriedade rural de Carlos Roberto, onde seriam estocados os entorpecentes.

Os responsáveis pela operação são os delegados Matheus Lima Zanatta e Walter Pereira da Cunha Júnior, ambos da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (DEPRE).

Fonte: Vi Agora

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade