ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesTodas as Notícias

Enfermeira que cuidou das garotas de Castelo diz que está em pânico

A enfermeira Jocileide Vasconcelos relatou detalhes do estado físico das quatro garotas que deram entrada no Hospital Nilo Lima, em Castelo do Piauí (a 190 quilômetros de Teresina), após serem agredidas, violentadas e jogadas de cima do Morro do Garrote, na última quarta-feira (27). Ela contou em entrevista ao Notícia da Manhã que todos os profissionais de saúde ficaram consternados com a situação e houve uma mobilização na unidade de saúde.

“Acho que nunca vi isso nem em televisão. A cena vai ficar marcada na minha mente para o resto da vida e ainda estou tentando me recuperar. Para mim, como profissional, penso que jamais irei encontrar cena tão bárbara. A população está revoltada e em choque pelo estado em que elas foram encontradas. A brutalidade que eles praticaram. Desde que cheguei de Teresina, não consegui dormir e o sentimento é de medo e pânico total”, relatou a enfermeira em entrevista na manhã desta sexta-feira (29).

A profissional da saúde foi uma das pessoas que cuidou das garotas, após serem encontradas por populares. As meninas de 15, 16 e duas de 17 anos estavam tirando fotos na tarde da última quarta-feira no morro do Garrote quando foram pegas por cinco homens, sendo quatro adolescentes e um adulto, que as estupraram, amarraram, agrediram e ainda jogaram de um rochedo de sete metros de altura.

Morro de onde as garotas foram jogadas - Foto: Reprodução/ Cidade Verde
Morro de onde as garotas foram jogadas – Foto: Reprodução/ Cidade Verde

Dos cinco suspeitos, os quatro menores já foram apreendidos, faltando apenas o adulto, identificado como Adão José de Sousa, 40 anos, que seria o mentor da ação que vitimou as quatro jovens. De acordo com a polícia, o suspeito já tem passagens pela polícia, inclusive em outros estados, como São Paulo, por exemplo.

Três das adolescentes continuam internadas no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e a quarta, de 16 anos, foi transferida para o Hospital São Marcos. O estado das garotas ainda inspira cuidados.

Fonte: Cidade Verde

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade