ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias

Entidades sociais e religiosas realizam manifestação contra o governo Bolsonaro em Picos

Durante manifesto, foram entregues cerca de 800 cestas básicas com produtos da agricultura familiar para pessoas carentes de Picos.

Diversas entidades sociais e religiosas realizaram, na manhã desta terça-feira, 7 de setembro, um manifesto em desacordo ao governo do Presidente Jair Messias Bolsonaro. O ato aconteceu em dois locais, iniciando com a 27ª Missa do Grito dos Excluídos, na Catedral de Nossa Senhora dos Remédios, às 06h00, e, em seguida, os manifestantes se dirigiram à Praça Félix Pacheco, onde explanaram a insatisfação à gestão presidencial e culminaram com entrega de cestas básicas às famílias carentes de Picos.

Representantes do Levante Popular da Juventude, do Movimento dos Pequenos Agricultores – MPA, do Sindicato dos Servidores Municipais – Sindserm, da Federação das Associações de Moradores e Conselhos Comunitários do Piauí – FAMCC, dos terreiros de candomblé e da Igreja Católica eram alguns dos presentes na manifestação.

“Estamos aqui em mais uma atividade #ForaBolsonaro porque Picos não poderia ficar de fora da luta. Mas hoje temos uma atividade diferente, pois, além do ato, temos o 27º Grito dos Excluídos que acontece todos os anos, no dia 7 de setembro, e que é um espaço dos movimentos sociais e populares, junto à Igreja Católica, para somar forças em defesa do direito do povo, em defesa do emprego, saúde, educação, vacina, renda e todos os direitos que estão sendo tirados dos brasileiros nesse governo do Bolsonaro”, disse Bel da silva, presidente do Levante Popular da Juventude em Picos.

Bel da Silva – Foto: Jaqueline Rajner

Segundo ela, desde o mês de maio as entidades vêm buscando, em manifestações nas ruas, pelo direito do povo brasileiro, onde o mínimo, neste momento de pandemia, seria a vacinação em massa.

Cerca de 300 pessoas estiveram no local a fim de serem contempladas com as cestas básicas, oriundas de 16 bairros periféricos da cidade. Os kits eram formados, basicamente, com produtos da agricultura camponesa, como feijão, farinha, goma, pães e bolos.

“Estamos programando a entrega de 800 cestas, que é a quantidade de senhas que temos distribuídas, mas nos precavemos para distribuir um pouco mais, cerca de 70 a mais, então, no total, serão cerca de 870 cestas a serem entregues à população carente de Picos, com alimentos da agricultura camponesa, vindos de quatro cidades da região, organizados pelo MPA”, explicou.

Antes das cestas serem entregues, os alimentos receberam a bênção das entidades religiosas presentes no ato.

As lideranças das entidades sociais ainda realizaram a entrega de mascaras àquelas pessoas que não faziam uso do equipamento.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade