ad16
DestaquesEducaçãoTodas as Notícias

Escola Cívico-Militar será inaugurada em Picos no próximo ano

A escola funcionará no bairro Parque de Exposição, no prédio do antigo CAIC.

Em 2022 os Governos Federal e Municipal entregam a Picos a primeira escola cívico-militar do município. O espaço onde funcionará é nas dependências da Escola Maria Gil de Medeiros, o antigo CAIC, no bairro Parque de Exposição. O ano letivo deve começar entre fevereiro e março.

Foto: Seme

O local está passando por uma ampla reforma e deve ser entregue à população picoense até o mês de janeiro/2022. Na escola cívico-militar poderão estudar todas as crianças e adolescentes que cursarem do 6º ao 9º ano do ensino fundamental II.

De acordo com a secretária de educação, Noêmia Marques, falou ao RiachãoNet que na última quarta-feira (17) saiu uma portaria no Diário Oficial da União autorizando a implantação da escola. Os profissionais militares que atuarão no colégio já estão sendo analisados pelo Ministério da Defesa.

Noêmia Marques

“O Ministério da Defesa já está entrando em contato porque os militares que irão trabalhar nessa escola serão contratados por eles. Os professores são da rede municipal, mas toda a parte diversificada será conduzida por militares – o civismo, a disciplina. Teremos, também, fardamento diferenciado para os alunos. Fato é que, em 2022, a escola estará em funcionamento no Parque de Exposição”, disse ela.

Noêmia relatou ainda que toda a parte pedagógica é com os professores da rede municipal, portanto, a diferença na grade curricular é mínima. “A diferença de fato está no civismo e na disciplina, que serão trabalhadas de forma diferenciada”.

A secretária afirmou que a Prefeitura de Picos disponibilizará transporte escolar para todos os alunos que queiram estudar na escola cívico-militar. O material e fardamento escolar também é pela gestão municipal. As matrículas serão iniciadas juntamente com da rede municipal tradicional, basta apenas que o pai frise onde quer colocar o filho.

“Estamos com grande expectativa, diante da dificuldade que temos visto do que o mundo oferta para nossos jovens. A gente acredita que, com isso, estaremos contribuindo com as famílias picoenses na educação de nossos jovens, trazendo mais disciplina, mais respeito e civismo. Vemos isso como um grande avanço na educação municipal. Vale ressaltar que o pai não terá nenhum custo adicional para que seu filho possa estudar na escola cívico-militar

O Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares é uma iniciativa do Ministério da Educação, em parceria com o Ministério da Defesa, que apresenta um conceito de gestão nas áreas educacional, didático-pedagógica e administrativa com a participação do corpo docente da escola e apoio dos militares. A proposta é implantar 216 Escolas Cívico-Militares em todo o país, até 2023, sendo 54 por ano.        

O modelo a ser implementado pelo Ministério da Educação tem o objetivo de melhorar o processo de ensino-aprendizagem nas escolas públicas e se baseia no alto nível dos colégios militares do Exército, das Polícias e dos Corpos de Bombeiros Militares.

Os militares atuarão no apoio à gestão escolar e à gestão educacional, enquanto professores e demais profissionais da educação continuarão responsáveis pelo trabalho didático-pedagógico.

Participarão da iniciativa militares da reserva das Forças Armadas, que serão chamados pelo Ministério da Defesa. Policiais e Bombeiros militares poderão atuar, caso seja assim definido pelos governos estaduais e do Distrito Federal.

Fonte: MEC

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade