ad16
https://ead.uninta.edu.br/
AutoPECASonline24.pt
Geral

Estiagem provoca morte de animais no semi-árido piauiense

Animais mortos na seca do semiárido piauiense foto: Divulgação
Animais mortos na seca do semiárido piauiense foto: Divulgação

A irregularidade das chuvas deste ano no sertão nordestino provocou uma forte estiagem que causa inúmeros danos para o homem do campo.

Além da falta de água, escassez e alta no preço dos alimentos para o consumo, os pecuaristas também sofrem perdas com a morte do rebanho por conta da ausência de pasto para os animais.

Uma alternativa encontrada por alguns criadores de gado do sertão piauiense é o transporte dos animais para outras regiões em que haja pasto abundante e água, para que desta forma o rebanho não morra de fome. Os proprietários destas áreas de destino dos animais alugam a pastagem e cobram um valor mensal por cabeça de gado.

O criador de gado Rovilson Leal Pereira, morador do Povoado Angical dos Domingos, zonal rural de Picos, comenta que optou por levar parte do rebanho para o município de Elesbão Veloso,  para que não tivesse prejuízo com a morte dos animais. “Aqui não tinha pasto para eles comerem, porque não choveu e eles morreriam de fome se eu deixasse aqui”, disse.

Segundo Rovilson Leal mais 4 pessoas também da sua localidade enviaram, junto com ele, parte do rebanho para o município de Elesbão Veloso, totalizando 140 cabeças de gado enviadas para o município. O criador disse ainda que os pecuaristas pagam o valor de 10 reais mensal por cada cabeça de gado no pasto alugado.

Rovilson Leal disse ainda que a expectativa para que o rebanho retorne ao Povoado é apenas no próximo ano, dependendo do regime de chuvas.

Com informações de Francisco Rodrigues

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade