ad16
DestaquesEconomiaGeralTodas as Notícias

‘Expedição da Veja’ destaca a apicultura em Picos

[ad#336×280]Os primeiros a recepcionar os visitantes que chegam a Picos (PI) são os vendedores de mel orgânico à beira da estrada. A Expedição VEJA recebeu as boas-vindas às 18h30 desta quinta-feira, onze horas depois da partida de Cristino Castro (PI). Picos tem 76.000 habitantes, é o centro do maior polo de apicultura do Brasil. A criação de abelhas é uma das alternativas à agricultura nas terras hostis do sertão. Tem dado certo: cerca de 1.300 famílias de Picos vivem da atividade.

Em 2013, a cidade exportou 1,8 milhão de dólares em mel. Mais de 85% desse total foram para os Estados Unidos.

Mas as oscilações do clima põem em risco o trabalho dos apicultores. As abelhas se alimentam do pólen produzido por árvores da caatinga. Durante os cinco meses de estiagem, a oferta se torna escassa e muitas colmeias se desfazem.

Vendedor de mel nas proximidades de Picos (PI) - Cristiano Mariz
Vendedor de mel nas proximidades de Picos (PI) – Cristiano Mariz

No ano passado, um projeto do Banco Mundial passou a custear o transporte dos enxames para o Maranhão durante a seca. Oitenta apiários foram montados em Governador Nunes Freire (MA), fora da região mais atingida pela falta de chuvas. Assim, os produtores puderam continuar suas atividades no Estado vizinho e ganhar mais dinheiro.

Os recursos de 2,5 milhões de reais repassados pelo Banco Mundial para o projeto foram administrados pelo governo do Piauí e custearam ainda a distribuição de 200.000 mudas de espécies usadas pelas abelhas para se alimentar.

Além de produzir mel, Picos tem um comércio forte; consumidores e atacadistas da região (inclusive de outros estados) procuram a cidade por causa da boa oferta de lojas. Mais de 15% da mão de obra do município são de vendedores. Os primeiro shopping da cidade já está em obras: é uma construção ampla na entrada da cidade.

Venda de mel na BR - 230, próximo à cidade de Picos (Cristiano Mariz)
Venda de mel na BR – 230, próximo à cidade de Picos (Cristiano Mariz)

O trajeto percorrido pelo nosso ônibus nesta quinta-feira foi de quase 500 quilômetros. Perto de Floriano (PI), passamos pelo primeiro trecho com chuva desde o início da viagem, em 6 de maio.

Nesta sexta, seguimos para São Gonçalo do Amarante (CE). Tem algo a dizer sobre o crescimento da cidade? Converse com nossa equipe pelas redes sociais utilizando a hashtag #expedicaoveja.

Fonte: Revista Veja

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade