ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
EducaçãoTodas as Notícias

Faculdades dizem que desconto pode gerar demissões e até falência

O vice-presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Piauí (SINEPE), Átila Filho, alertou que faculdades podem demitir professores e até entrar em falência caso o desconto linear de 30% sobre as mensalidades seja aprovado pela Justiça. As informações são do Cidade Verde.

A redução no pagamento das mensalidades foi sugerida pelo Procon e é vista como negativa para o setor de educação privado do Piauí. O sindicato informou não ter sido notificado oficialmente

Átila Filho
Átila Filho

“Da forma que eles querem, a gente não tem condição de fazer. Nossos custos, com folha de pagamento, que é o maior custo, não reduziu nada. Não tivemos redução em relação a impostos federais, impostos municipais, nem estaduais.  A gente não teve redução (de custos) significativa para aceitar um desconto linear de 30%, isso vai acarretar demissões e até falência de muitas instituições e, conseqüentemente, a perda da qualidade”, afirmou o representante das instituições de ensino.

Como solução paliativa, o setor de educação privada propõe outras alternativas, como redução dos juros e flexibilidade no pagamento. Instituições têm aberto  setores de negociação para parcelamento de mensalidades atrasadas.

De acordo com Átila Filho, a inadimplência nas faculdades já chega a mais de 50%, com aumento no número de desistentes. No próximo período letivo, o setor espera a redução de 20% no número de alunos na renovação de matrículas,

Retomada presencial

O sindicato assinala que já vem elaborando os protocolos para a retomada presencial e que está encaminhando o retorno com comissão da prefeitura de Teresina. O objetivo é priorizar alunos que necessitem de aulas práticas e estágios para concluir o curso.

 “Temos o exemplo do estado do Ceará, em Fortaleza, que as aulas já voltam , com uma parte dos alunos, que já começam agora em julho. A maioria dos estados já tem uma previsão de retorno em julho, outros em agosto. Não todos os alunos, 30%-40% de forma progressiva”, explicou.

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade