ad16
EconomiaGeral

Falta de chuvas no Estado vem prejudicando a produção de mel na Região de Picos

Apicultura
Apicultura – Foto: Reprodução

A falta de chuvas está prejudicando a safra de mel no Piauí. A constatação foi feita pela Central de Cooperativas Apícolas do Semiárido Brasileiro (Casa Apis). A estimativa é de perdas em torno de 50% em todo o Estado.A produção de mel da Região Sul vai de janeiro a junho. De janeiro a março as perdas nos municípios de Picos e Simplício Mendes chegam a 70%. O trabalho para manter as abelhas nas 36 comunidades da região é feito artificialmente com suplemento à base de água e açúcar.

Por causa da estiagem a florada da chapada ficou comprometida, e é justamente a florada mais importante onde o mel é produzido na floresta nativa, nas árvores de marmeleiro e do angico. Estes tipos de mel também são os mais apreciados pelo mercado consumidor europeu e norte-americano.

Mas, se por um lado a produção no Sul está ameaçada, na Região Norte a expectativa é de super safra, o que pode equilibrar a produção no Piauí. Segundo o gerente de Projetos e Negócios do Sebrae, Francisco Holanda, esse equilíbrio será fundamental para que o Estado honre os compromissos com os compradores estrangeiros. “Isso vai ser fundamental para o Piauí, é possível que esta super-safra no Norte reequilibre a nossa produção”.

Mesmo assim a torcida é de chuvas para os próximos dias no Sul. “Estamos na expectativa para que ainda chova na região. Mas este não é um problema só nosso a estiagem está prejudicando os estados do Ceará, Paraíba e Bahia. Sem chuva nossas abelhas estão migrando para o Maranhão e Pará”, explica Holanda.

Cidade Verde

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade