ad16
AutoPECASonline24.pt
MunicípiosSanta Cruz do PiauíTodas as Notícias

Famílias de Santa Cruz do Piauí participam de projeto de educação ambiental

O programa será desenvolvido com moradores das localidades Carreiras, Ponta do Morro, Umari e Lagoa Grande.

A Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Piauí, em parceria com a Fundação Nacional da Saúde (Funasa), lança, na sexta-feira (2), às 8h, na sede da Universidade Aberta do Brasil (UAB), o projeto Ações de Educação em Saúde Ambiental em Melhorias Sanitárias Domiciliares. O programa será desenvolvido com as famílias beneficiadas pelo Programa de Melhorias Sanitárias Domiciliares (MSD) residentes nas localidades Carreiras, Ponta do Morro, Umari e Lagoa Grande.

Além das famílias, participam da primeira etapa do projeto, nos dias 2 e 3 de outubro, representantes das secretarias municipais. Na oportunidade, será apresentada uma palestra com o tema “A importância da correta utilização das Melhorias Sanitárias Domiciliares”.

Santa Cruz do Piauí – Foto: Reprodução

O projeto vai desenvolver ações socioeducativas e ambientais para famílias beneficiadas pelo programa MSD, de forma a difundir conhecimento sobre a importância do saneamento básico e os benefícios das Melhorias Sanitárias Domiciliares. A iniciativa também busca conscientizar a população e profissionais a respeito das ações que podem ser adotadas para a preservação do meio ambiente e para a promoção da saúde no município de Santa Cruz do Piauí.

Serão desenvolvidas diversas ações socioeducativas que incluem reuniões para o planejamento das ações; palestras e minicursos com foco na importância e correta utilização das Melhorias Sanitárias Domiciliares voltados à comunidade e aos profissionais do município; cursos sobre higiene sanitária e hábitos saudáveis buscando formar multiplicadores das ações de educação em saúde ambiental; eventos educacionais e uma gincana educativa voltada a alunos, professores e funcionários de instituições de ensino do município.

Além disso, serão realizadas visitas às famílias beneficiadas pelo programa MSD, a fim de produzir um diagnóstico situacional dessas quanto à saúde e quanto às melhorias com a implantação dos módulos sanitários.

Ascom

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade