ad16
AutoPECASonline24.pt
EducaçãoGeralTodas as Notícias

Final da Gincana de Matemática reúne mais de 800 alunos

Centenas de alunos participaram da final da olimpíada-Foto: Romário Mendes
Centenas de alunos participaram da final da olimpíada-Foto: Romário Mendes

Em clima de disputa saudável, alunos de 23 escolas da rede municipal de ensino se encontraram, nesta quinta-feira (15), na quadra do Instituto Monsenhor Hipólito, para concorrerem a final da II Gincana Picoense de Matemática, “Descobrindo Gênios no Sertão”, que nesta edição homenageou o professor Espedito de Moura Barbosa.

A gincana realizada pela Secretaria Municipal de Educação, através da coordenação de Matemática, reuniu aproximadamente 800 alunos do 6º ao 9º ano e foi dividida em dois níveis: nível I (6º e 7º anos) e nível II (8º e 9º anos).

De acordo com o coordenador de matemática da Seme, professor Edvarton Cavalcante a Segunda Gincana foi um sucesso. “A participação das escolas e o envolvimento das equipes superaram nossas expectativas. Esse evento é de toda a comunidade escolar da rede municipal e cada um se doou de alguma forma. Estamos felizes com os resultados alcançados”.

O coordenador destacou que os estudantes participaram de um aulão preparatório ministrado por alunos do curso de matemática da UFPI. “Fizemos uma parceria com o Centro Acadêmico de Matemática da UFPI, eles colaboram conosco em monitorias e também na fiscalização das provas da gincana. Vale ressaltar, que essa parceria continuará focando o estudo de matemática com qualidade”.

Padre Walmir com os coordenadores de Matemática Antônio Júnior e Edvarton Cavalcante-Foto: Ascom/ Seme
Padre Walmir com os coordenadores de Matemática Antônio Júnior e Edvarton Cavalcante-Foto: Ascom/ Seme

Para o secretário municipal de educação, Pe. Walmir Lima a II Gincana de Matemática deixa um legado precioso. “A experiência que obtivemos com a Segunda Gincana Picoense de Matemática é muito valiosa. Dobramos o número de escolas participantes, sem falar na evolução e no envolvimento dos alunos. As escolas aderiram à ideia e os alunos estão envolvidos com esse processo. Temos a certeza que estamos contribuindo com um conhecimento duradouro e não apenas com um aprendizado momentâneo. A gincana não é um simples evento é uma estratégia de os alunos desenvolverem o gosto pela matemática e para a vida profissional.”

Alunos da escola Manoel da Cruz Lima Sobrinho do povoado Tabatinga participando das olimpíadas-Foto: Romário Mendes
Alunos da escola Manoel da Cruz Lima Sobrinho do povoado Tabatinga participando das olimpíadas-Foto: Romário Mendes

A aluna Luana Araújo, da Escola Acelino Araújo, campeã do nível II, enfatizou a satisfação em participar da gincana. “A preparação para a gincana já é um resultado positivo e conquistar o primeiro lugar é uma satisfação incomparável. Agradecemos aos professores pela dedicação em ensinar, com certeza continuaremos nos dedicando para outras conquistas”.

Padre Walmir com a escola campeã-Foto: Ascom/ Seme
Padre Walmir com a escola campeã-Foto: Ascom/ Seme

Padre Walmir Lima salientou que todas as escolas participantes são vencedoras e que, a parceria com o Centro Acadêmico de Matemática da UFPI contribuiu com o aprendizado dos alunos.

Alunas da escola Manoel da Cruz Lima Sobrinho do povoado Tabatinga-Foto: Romário Mendes
Alunas da escola Manoel da Cruz Lima Sobrinho do povoado Tabatinga-Foto: Romário Mendes
Alunos do povoado
Alunos da escola Nossa Senhora dos Remédios do povoado Torrões-Foto: Romário Mendes

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade