ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias

Fórum de Picos será construído no DNER dentro do prazo de um ano

O Presidente do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), Desembargador Erivan Lopes, assinou na segunda-feira, 21, Contrato Administrativo 148/2016 para a construção do novo Fórum e Juizado Cível e Criminal da Comarca de Picos.
Sede atual do Fórum de Picos- Foto: Fabrícia Sousa

A construção da nova sede da instituição é algo almejado pelos servidores dos mais diferentes setores do poder judiciário da comarca.

De acordo com a diretora do Fórum de Picos, juíza Nilcimar Rodrigues de Araújo Carvalho, o terreno foi doado pela união e as expectativas para a construção são as melhores.

“Tendo em vista as condições do prédio em que nos encontramos, sabemos que não é adequado as nossas necessidades e as necessidades do jurisdicionado. O início das obras ficou para ser imediato e o prazo estipulado é de 365 dias corridos”, disse a juíza.

O novo fórum será construído no bairro DNER, próximo ao Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT), a Justiça do Trabalho e ao Cartório Eleitoral.

“O projeto vem da gestão do desembargador Eufrásio, possui salas não digo que em suficiente, pois futuramente termos criações de mais varas e chegarão mais juízes. Mas para a nossa realidade irá atender as nossas expectativas, pois teremos salas para secretarias, juízes, assessorias, juizados, além de salas de audiências e um auditório com capacidade para 200 pessoas onde serão realizados os jures”, relatou a magistrada.

O novo fórum

A obra do Fórum e Juizado Cível e Criminal da Comarca de Picos será construída em um terreno cedido pela União e terá área de 3.881,17m², sendo dois pavimentos (térreo e piso superior). O local contará com 01 JECC, com secretarias de audiência, gabinete, salas para juízes leigos e conciliadores; 05 Varas completas com gabinete, local para audiência e assessoria; 01 auditório com capacidade para 200 pessoas, onde ocorrerão as audiências do Júri; 02 módulos ´para juízes auxiliares, com gabinete, audiência e assessoria. Terá anda salas para a Defensoria Pública, Ministério Público, OAB e Oficiais de Justiça. O prédio será totalmente acessível, com rampas, elevadores e banheiros adaptados.

FONTE: Picos 40Graus

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade