ad16
DestaquesGeralSaúde

Piauí está livre do vírus da febre aftosa

[ad#336×280]O governador Wilson Martins anunciou na manhã desta terça-feira (26), no Palácio de Karnak, o resultado da 18º etapa de vacinação do rebanho piauiense contra a febre aftosa. Como resultado: o Piauí está livre da doença, com a vacinação de mais de 97% do rebanho no Piauí. O teste sorológico realizado no Laboratório Nacional Agropecuário que o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) envolveu uma amostra de quase 7 mil animais, os quais são oriundos de 227 propriedades, localizadas em 167 municípios piauienses.

“Esse resultado é consequência de um trabalho que vem sendo desenvolvido há muitos anos, quando eu ainda estava à frente da Secretaria do Desenvolvimento Rural e propus a estruturação da Adapi. Hoje contamos com funcionários concursados, que entraram no órgão pela meritocracia, bem como com a implantação de um plano de carreiras estruturado, visando o estímulo ao trabalho. Não podemos esquecer também das ações de conscientização feitas junto aos criadores e do investimento por parte do Governo na compra das vacinas”, relembra Wilson Martins.

diretor geral da ADAPI, José Antonio Filho - Foto: Reprodução
diretor geral da ADAPI, José Antonio Filho – Foto: Reprodução

Segundo o diretor-geral da Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (Adapi), José Antônio Filho, a confirmação da ausência de vírus é praticamente o último passo para o reconhecimento do Piauí como área livre de febre aftosa com vacinação. “Apesar da forte estiagem que acometeu o Estado, os criadores, ainda assim, fizeram a sua parte. Com isso, acreditamos que ainda este semestre o Estado receba a certificação de área livre da aftosa com vacinação”, avalia.

Lançamento da segunda etapa da Campanha de Vacinação contra Febre Aftosa(Foto: Paulo Barros)O reconhecimento oficial só deverá ocorrer no fim do mês de maio ou no início de junho. “O ministério trabalha com vários outros estados, que também lutam para chegar à condição de área livre, e o anúncio deverá ser conjunto”, explica José Antônio Filho.

Com as intensivas campanhas de vacinação, o Piauí já conseguiu sair do estágio de risco desconhecido para o de risco médio. Agora, com o certificado de área livre da aftosa com vacinação, o Governo do Estado espera avançar ainda mais, abrindo o mercado para o rebanho piauiense. A vacinação é importante para manter a qualidade dos animais, além de abrir o mercado para negociações em grande escala e com os melhores produtos disponíveis no mercado.

O reconhecimento oficial só deverá ocorrer no fim do mês de maio ou no início de junho. “O ministério trabalha com vários outros estados, que também lutam para chegar à condição de área livre, e o anúncio deverá ser conjunto”, explica José Antônio Filho.

Com as intensivas campanhas de vacinação, o Piauí já conseguiu sair do estágio de risco desconhecido para o de risco médio. Agora, com o certificado de área livre da aftosa com vacinação, o Governo do Estado espera avançar ainda mais, abrindo o mercado para o rebanho piauiense. A vacinação é importante para manter a qualidade dos animais, além de abrir o mercado para negociações em grande escala e com os melhores produtos disponíveis no mercado.

Com informações do Governo Estado.

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

Publicidade