ad16
Geral

Governador autoriza a construção de 50 barragens para o semiárido

Governo
Governador autoriza construção de mais barragens em Picos. Foto: Ascom

O Governo do Estado, através do Mais Viver, tem como um dos pontos para inclusão produtiva a construção de barragens de acumulação, distribuição de sementes selecionadas e a disponibilização de créditos para pequenos e médios empreendedores. O anúncio das medidas foi divulgado na manhã desta segunda (30), no lançamento do programa, no Palácio de Karnak.

Durante a solenidade, o governador Wilson Martins assinou a autorização para a construção de 50 barragens para acumulação de água em municípios do semiárido. Serão disponibilizados 2,1 milhões para as obras, que serão executadas através de convênio com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf). A água acumulada, denominada de segunda água, não é própria para o consumo humano, ela será utilizada para o consumo animal e para irrigação de plantações.

Outro ponto importante do programa será uma linha de crédito destinada às mães de famílias de baixa renda. O Piauí Fomento Mais Viver irá disponibilizar em média mil reais a cada empreendedor. O dinheiro será aplicado para abrir pequenos negócios. O Estado disponibilizou três milhões de reais para as operações. Os recursos são provenientes do Fundo Especial de Produção, oriundo do Tesouro Estadual.

A distribuição de sementes selecionadas para pequenos produtores feita desde o ano passado, visa aumentar a produção de grãos no Estado. Serão distribuídas no Estado 500 mil toneladas de milho e feijão, atavés da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural (SDR), destinados a 50 mil famílias de pequenos produtores. Hoje, foi feita a entrega simbólica dos grãos para a Associação dos Moradores e Pequenos Produtores Rurais da Morada Nova, da cidade de Nazária, e para o Assentamento Resistência Camponesa, da cidade de Demerval Lobão.

ASCOM

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade