ad16
GeralTodas as Notícias

Governador quer retomada de obras paradas até o final de abril

Audiência com gestores estaduais-Foto: Jorge Henrique Bastos
Audiência com gestores estaduais-Foto: Jorge Henrique Bastos

Reunido com parte do secretariado na noite dessa segunda-feira (6), o governador Wellington Dias estipulou até o final do mês de abril, o prazo para apresentação do diagnóstico das obras paralisadas no Piauí. A ordem é utilizar o mais rápido possível cerca de R$ 675 milhões, contratados mediante empréstimo junto a bancos e que ainda dependem de liberação.

Os recursos são para investimentos nas áreas de mobilidade urbana, estradas, educação e esporte. Estão previstas 180 obras entre executadas, em andamento paralisadas ou a iniciar. A maioria está vinculada ao Departamento de Estradas de Rodagens (DER) e ao Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi). “Até o final de abril queremos tudo andando. Só assim melhoramos a qualidade de vida do nosso povo e ainda geramos empregos e renda”, ressalta Wellington Dias.

As operações de crédito junto ao BNDES e outros bancos somam quase R$2 bilhões. O superintendente de Cooperação Técnico-Financeira da Secretaria do Planejamento (Seplan), Sérgio Miranda, responsável por apresentar os números na reunião, ressaltou que parte dos recursos pode ser remanejada de acordo com a avaliação do governo.

Dentro do pacote de obras está o ginásio Dirceu Mendes Arcoverde, o Verdão. Cerca de R$ 5,5 milhões estão sendo investidos na requalificação do ginásio poliesportivo que contará com novos acentos, telões, pisos diferenciados para diversas modalidades esportivas, além da acessibilidade. “A previsão do construtor é que possamos inaugurar em junho. A parte interna sofreu grandes mudanças para melhor. O Verdão ficará à altura para receber os mais importantes eventos esportivos”, afirma Vicente Sobrinho, diretor da Fundação Estadual de Esportes (Fundespi).

Ascom

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade