ad16
GeralSaúdeTodas as Notícias

Governo do Estado chega a um acordo com servidores da saúde; greve acaba

O Governo do Estado e o Sindicato dos Servidores da Saúde chegaram a um acordo em relação à pauta de reivindicações da categoria, que resultou no fim da greve. As duas partes avançaram nas demandas que eram possíveis atender sem violar a Lei de Responsabilidade Fiscal. O secretário de Administração e Previdência, Franzé Silva, disse que venceram o diálogo e o respeito à população do Piauí. “Entendemos que o único lado é o do nosso estado”, declarou.

À frente de uma grave crise financeira, o Governo do Estado não tem fechado as portas para negociar, dentro das suas possibilidades, com todas as categorias. De acordo com Franzé Silva, as dificuldades são de conhecimento de todos, mas mesmo assim, por determinação do governador Wellington Dias, ele tem sentado, conversado com todos os sindicatos, explicando a fragilidade da situação e até onde é possível fazer concessões sem comprometer o futuro de 3 milhões de piauienses.

“Estamos enfrentando uma crise no Brasil e o piauiense sabe, porque tem os pés no chão, que nós temos que enfrentar e passar por cima dela, sem prejudicar o projeto de desenvolvimento do atual governo”, diz. Conforme o secretário, a maioria dos estados já atrasou o salário dos servidores e o Piauí, mesmo tendo uma das economias mais frágeis, tem honrado todos os seus compromissos. “Isso é resultado de muito planejamento”.

Além dos servidores da Saúde, o governo também avançou nas negociações com os servidores da Uespi. O Governo do Estado concentrou todos os esforços para garantir o início do período dentro do cronograma estabelecido. “ É importante destacar o entendimento do sindicato, que negociou sem intransigência e entendeu a preocupação do governador de atender às reivindicações dos servidores sem inviabilizar o funcionamento da maquina administrativa”.

Fonte: 180 Graus com informações da Assessoria

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade