ad16
GeralTodas as Notícias

Governo irá regionalizar Assistência Social no Piauí

[ad#336×280]O governador do Piauí, Zé Filho, aprovou, na última segunda-feira (30), o cofinanciamento para a regionalização dos serviços de Proteção Social Especial de Média e Alta Complexidade do Sistema Único da Assistência Social no Estado do Piauí. Isso significa a interiorização da proteção e atendimento especializado a famílias e indivíduos, acolhimento a crianças, adolescentes e jovens de até 21 anos, e dos adultos 22 a 59 anos de idade, e suas famílias.

Secretaria de Assistência Social do Piauí - Foto: CCOM
Secretaria de Assistência Social do Piauí – Foto: CCOM

A partir de agora, estes serviços serão executados pelos municípios e cofinanciados pela União e o Estado. O Governo do Piauí disponibilizará R$ 1,410 milhão anualmente, que se somará aos recursos federais, no aporte de R$ 2,820 milhões, totalizando em R$ 4,230 milhões por ano investimento nos serviços assistenciais de proteção social especial de média e alta complexidade no Piauí. De início, serão contemplados seis territórios de desenvolvimento e 24 municípios.

De acordo com o secretário da Assistência Social e Cidadania (Sasc), George Mendes, a intenção é vencer definitivamente o improviso e o amadorismo e partir para o profissionalismo da assistência social. Segundo ele, a meta é alcançar os 11 territórios piauienses.

A equipe de Gestão do Sistema Único de Assistência Social (Suas) da Sasc comemorou a notícia. A diretora Franciana Beleense diz que após oito anos de espera e negociações com os municípios, finalmente o Piauí concretiza a proposta de regionalização dos serviços de proteção e atendimento especializados de assistência social.

Fonte: CCOM

Tags
LER MATÉRIA COMPLETA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também