ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias

Governo recua após mobilização dos docentes da UESPI e categoria segue em estado de greve

Professores, estudantes e técnicos da Universidade Estadual do Piauí dos campi Taresina, Picos, Campos Maior, Piripiri e Oeiras, estiveram reunidos na manhã desta segunda-feira, 12, em Assembleia Geral convocada pela Associação dos Docentes da UESPI (Adcesp), para debater sobre a Lei Estadual 6772/2016, sancionada pelo governador Wellington Dias (PT).

A lei segundo a categoria, fere direitos trabalhistas como Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCs), progressões e mudanças de nível. Durante a Assembleia da categoria, chegou a notícia de que o Governo do estado havia recuado diante da forte mobilização dos trabalhadores.

Uespi
Sede da UESPIem Teresina

Alguns deputados governistas apresentaram um Projeto de Lei, que foi enviado à Assembleia Legislativa, pedindo a retirada dos servidores da UESPI dos efeitos da Lei 6.772. O projeto ainda deve tramitar na ALEPI. Entretanto, a apresentação do PL ainda não é suficiente para a garantir a manutenção dos direitos da categoria. Por esta razão, os professores aprovaram o ESTADO DE GREVE, o que significa que a qualquer momento os docentes podem deflagrar um movimento grevista.

Uma nova assembleia foi marcada para a próxima segunda-feira, 18, onde os professores devem fazer uma nova avaliação e decidir sobre o inicio do movimento, caso não haja avanços nas negociações. “A revogação da Lei é apenas uma das pautas de reivindicação. Estamos em um Movimento unificado, com técnicos e estudantes, onde a nossa luta é em defesa de uma universidade pública de qualidade.

Para isso, vamos convocar aulas públicas, provocar audiências e chamar atenção da sociedade para os problemas da nossa universidade”, afirma Lucineide Barros, diretora da ADCESP. A respeito da Lei 6.772, a professora Lina Santana, presidente da ADCESP, afirma que a categoria vai continuar mobilizada e acompanhando a tramitação do projeto.

Porém, os professores não querem apenas a exclusão da UESPI dos efeitos da Lei 6.772, mas sim a revogação da mesma. “Esse Lei, mesmo excluindo a UESPI, ainda é um risco para o serviço público e para as demais categorias do estado. O artigo 4, por exemplo, diz que a qualquer momento todos os cargos podem ser extintos, através de decreto do executivo. Ou seja, estamos todos expostos da mesma forma. Precisamos unificar essa luta e derrubar essa lei”, afirma.

ASCOM

9 Comentários

  1. Wow! This could be one of the most beneficial blogs we’ve ever come across on thesubject. Basically excellent info! I’m also an expert in this topic therefore I can understand your hard work.

  2. Thanks a lot for the helpful write-up. It is also my belief that mesothelioma has an very long latency time period, which means that signs and symptoms of the disease may not emerge until eventually 30 to 50 years after the original exposure to asbestos fiber. Pleural mesothelioma, that is certainly the most common style and impacts the area throughout the lungs, may cause shortness of breath, upper body pains, along with a persistent coughing, which may produce coughing up body.

  3. Howdy, i read your blog from time to time and i own a similar one and i was just curious if you get a lot of spam remarks? If so how do you protect against it, any plugin or anything you can advise? I get so much lately it’s driving me mad so any assistance is very much appreciated.

  4. A few things i have observed in terms of laptop or computer memory is that often there are specifications such as SDRAM, DDR and so forth, that must fit in with the specific features of the mother board. If the computer’s motherboard is reasonably current while there are no computer OS issues, replacing the ram literally requires under one hour. It’s one of many easiest laptop upgrade types of procedures one can envision. Thanks for spreading your ideas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Publicidade