ad16
DestaquesEducaçãoTodas as Notícias

Governo tem até próxima semana para “salvar” disciplinas na Uespi

[ad#336×280]O reitor da Universidade Estadual do Piauí, Nouga Cardoso, explicou, em entrevista ao Jornal do Piauí desta quinta-feira (15), que o governo do Estado deve autorizar a contratação dos 208 professores substitutos que a instituição necessita até a próxima semana.

“Já reduzimos a ofera de vagas no vestibular e requisitamos a contratação de professores temporários, mas não fomos atendidos. Todos os cursos da Uespi do interior funcionam com dificuldade de professores. Ontem levamos essa situação ao secretário de governo e estamos otimistas”, disse o reitor.

Nouga acrescentou que as aulas da universidade serão iniciadas no dia 9 de março. “Como o processo de seleção de temporários não é por concurso, os trâmites são mais rápidos. Se o governo autorizar a contratação até a próxima semana, teremos tempo hábil para garantir as aulas. Estamos esperando a resposta”, esclareceu.

Reitor da Universidade Estadual do Piauí, Nouga Cardoso
Reitor da Universidade Estadual do Piauí, Nouga Cardoso

A Uespi capta entre R$ 10 e 15 milhões por ano junto ao governo federal, mas a verba não é para a manutenção dos cursos de graduação, mas sim para projetos como os de pesquisa e extensão. “Não temos verbas para o dia a dia da universidade. Além disso, nenhum campus da Uespi foi pensado para ser universidade, com exceção do de Picos. Os demais são todos improvisados”, lamentou o gestor.

Cidade Verde

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade