ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesGeralMonsenhor HipólitoMunicípios

Hipolitano assume direção geral do DNOCS no Piauí

[ad#336×280]Indicado pela deputada federal Iracema Portela(PP)para o cargo de diretor-geral do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas – DNOCS, o advogado Antônio Djalma Bezerra Policarpo, atual vice-prefeito do município de Monsenhor Hipólito assumirá o cargo na próxima sexta-feira(08) de maio de 2015.

Pela primeira vez na história do município de Monsenhor Hipólito, na região de Picos, um filho daquela cidade assume um cargo de tamanha importância na esfera federal. Djalma Policarpo, 50 anos de idade, advogado desde 1988, especialista em direitos humanos cidadania, casado com a advogada Josefina Policarpo, pai estudante Maria Eduarda, serviu ao Tribunal de Contas do Estado-TCE por 13 anos, exerceu mandato de vereador por três legislaturas e disputou a prefeitura do município de Monsenhor Hipólito no ano de 2008, tendo se elegido vice-prefeito, no ano de 2012, com militância política de quase 30 anos.  Filho de agricultor, militante do Sindicato Rural, vinculado a FAEPI, com representação sindical de mais 25 anos.

Djalma Policarpo
Djalma Policarpo

Ele também já exerceu o cargo diretor de direitos humanos da Secretaria de Justiça no governo Freitas Neto e mais recente, diretor administrativo e financeiro do PRODATER da prefeitura municipal de Teresina da gestão de Elmano Férrer. Aliado político do senador Ciro Nogueira a mais de 20 anos, um dos homens de confiança do senador progressista e a deputada federal Iracema Portela de quem recebeu a indicação para a direção geral do DNOCS no Piauí.

Uma das metas de Djalma Policarpo na Direção do DNOCS é o reaparelhamento do órgão ponto de vista estrutural para atender as demandas do semi-árido, a exemplo da revitalização dos perímetros irrigados dentre eles, platores de Guadalupe, Tabolereiros litorâneos, Gurgueia, Fidalgos, Caldeirão, Lagoas do Piauí e o combate as constantes secas e escassez de água no sertão do Piauí.   É nesse somatório de desafios que consiste a missão delegada pela Presidente Dilma Rousseff ao então diretor-geral do DNOCS.

“Vamos fazer um diagnóstico da real situação e trabalhar para sanar o que for mais urgente em prol de nossa população, vamos fazer a integração das bacias hidrográficas, adutoras, aproveitando o potencial hídrico de algumas regiões para o incentivo a piscicultura e culturas irrigadas, trabalhando o uso racional da água, evitando desperdícios.  Vamos aumentar a captação e o acumulo de água, através da construção de novos reservatórios, principalmente através das pequenas, medias e grandes barragens. Precisamos fazer a democratização ao acesso à água, com a participação das comunidades, gerando emprego e renda”, disse Djalma Policarpo.

Djalma , Iracema e Josefina

O DNOCS centra esforços em 3 eixos básicos: gestão dos recursos hídricos e meio ambiente; gestão do patrimônio e gestão do conhecimento em sintonia com a política de desenvolvimento do Nordeste e voltado para as obras e ações destinadas a garantir ao sertanejo uma vida digna minimizando o drama social vivido por boa parte da nossa população que reside no semi-árido.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade