ad16
DestaquesSaúdeTodas as Notícias

Homem de Patos do Piauí morre por complicações da Covid-19

Os casos confirmados no estado somam 344.753 em todos os municípios piauienses. Já os óbitos pelo novo coronavírus chegam 7.306 casos e foram registrados em 224 municípios.

Foram registrados, no Piauí, 85 casos confirmados e um óbito por Covid-19, nas últimas 24 horas, segundo dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde, desta quinta-feira (13).

Dos 85 casos confirmados, 44 são mulheres e 41 são homens com idades que variam de 03 a 89 anos. Um homem de 71 anos, do município de Patos do Piauí, não resistiu às complicações da Covid-19.

Os casos confirmados no estado somam 344.753 em todos os municípios piauienses. Já os óbitos pelo novo coronavírus chegam 7.306 casos e foram registrados em 224 municípios.

Não vacinados e arrependidos 

Ludhmila Hajjar, médica intensivista e cardiologista, já havia declarado que os pacientes com covid-19 nas UTIs são aqueles que não tomaram a vacina contra a doença. Ela ainda chamou atenção para o alto número de profissionais de saúde infectados na nova onda de casos, em decorrência da variante Ômicron.

“As UTIs estão atualmente só com casos de covid entre os não vacinados. Os imunizados dificilmente passam do atendimento ambulatorial”, relatou a médica em entrevista ao jornal O Globo.

Enquanto pessoas imunizadas contra a covid-19 têm forma leves da doença, os não-vacinados, por outro lado, podem sentir o impacto de forma mais intensa. “A variável mais expressiva em relação ao perfil da doença, tem sido, definitivamente, o não vacinado.”

“Como intensivista, tenho visto cada vez mais pacientes internados arrependidos de não terem sido vacinados. Eles chegam com a forma grave da doença, se arrependem, porém, já é tarde.”

Em março de 2021, Ludhmila foi cotada para assumir o Ministério da Saúde no lugar de Eduardo Pazuello. A médica, no entanto, recusou o convite do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à Covid-19, 263 estão ocupados, sendo 162 leitos clínicos, 90 UTIs e 11 leitos de estabilização. As altas acumuladas somam 24.379 até o dia 13 de janeiro de 2022.

A Sesapi estima que 337.184 pessoas já estão recuperadas ou seguem em acompanhamento (casos registradas nos últimos 14 dias) que não necessitaram de internação ou evoluíram para morte.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade