ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
DestaquesTodas as Notícias

Hospital Regional de Picos instala mais cinco UTIs e apresenta fluxo de atendimentos

A iniciativa faz parte de um plano de ação desenvolvido pela Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh) para o enfrentamento e combate à doença no Estado.

Desde o início da pandemia do coronavírus, o Hospital Regional Justino Luz (HRJL), em Picos, elaborou um fluxo de atendimento para pacientes com a Covid-19. A iniciativa faz parte de um plano de ação desenvolvido pela Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh) para o enfrentamento e combate à doença no Estado. As ações desenvolvidas pela Fundação passam pela aprovação de um Comitê de Operações Estratégicas (COE), criado pelo Governo do Estado para acompanhar as ações relacionadas à Covid-19.

Dentre as principais ações, destaca-se que, além dos dez leitos de UTI já existentes no hospital e totalmente estruturados para atender pacientes de Picos e região, o HRJL contará com dez novos leitos de UTI, destinados exclusivamente para atender pacientes com Covid. Destes dez, cinco leitos já estão completos com respirador, dispondo ainda de mais um respirador móvel exclusivo para transporte de paciente, caso seja necessário. Sendo assim, o hospital conta hoje com mais seis respiradores.

Segundo o presidente da Fepiserh, Pablo Santos, o Hospital Justino Luz está se estruturando para atender os pacientes Covid durante o pico da pandemia, que deve acontecer nas próximas semanas. “Já instalamos cinco leitos, com mais um respirador móvel, e vamos montar mais cinco nos próximos dias, além das dez UTIs já existentes na casa. Também otimizamos o fluxo de atendimento e estamos investindo em proteção e segurança dos profissionais”, ressalta.

A capacitação dos profissionais que estão na linha de frente da área Covid é outra prioridade e todos eles passaram por treinamento, desde o corpo clínico até os profissionais da portaria, recepção e setor da limpeza. Outra medida adotada é a realização de testes rápidos, uma vez por semana, nestes profissionais da linha de frente. Os demais profissionais que apresentam sintomas gripais há mais de sete dias também estão sendo testados. O objetivo é proporcionar segurança tanto aos profissionais quanto aos pacientes.

Ainda nesse processo de reestruturação, a obstetrícia e a pediatria serão transferidas para a ala B assim que a obra de reforma da referida Ala for finalizada. Esta mudança possibilitará uma ampliação, passando de 15 leitos clínicos de enfermaria Covid para 72 leitos clínicos de internação de pacientes Covid.

O acesso ao Justino Luz também passou por mudanças. Nesse caso, a entrada pela Urgência está destinada aos pacientes com síndrome respiratória e suspeitos de Covid. Já a entrada pela Emergência, está destinada aos demais casos.

A diretora do Justino Luz, Samara Sá, explica as mudanças. “Ressaltamos que essa mudança é paliativa e em breve o setor de ambulatório, recepção e internação Covid será ampliado. Nesse momento, o processo de reestruturação visa o não cruzamento de pacientes covid e não-covid, uma vez que esse redirecionamento da obstetrícia e pediatria para a Ala B fará com que não haja o cruzamento de fluxo entre os pacientes”, diz Samara, ressaltando que a ampliação possibilitará uma ampliação de 15 leitos clínicos de enfermaria Covid para 72 leitos clínicos de internação de pacientes Covid.

CCOM PI

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui