ad16
DestaquesPolícia

IML registra 10 mortes violentas no final de semana

Arma de fogo - homicídio
Foto: Reprodução

O Instituto Médico Legal (IML) de Teresina registrou 10 mortes violentas nesse final de semana, a maioria por acidente de carro.

Entre eles o autônomo, João Peres de Oliveira de 30 anos. Ele morreu de acidente de trânsito e chegou a ser internado no HUT (Hospital de Urgência de Teresina), mas não resistiu aos ferimentos. João Peres morava no Parque Alvorada em Timon-MA.

Um vigilante de 54 anos, do município de Itainópolis, morreu vítima de acidente de trânsito. Ele morreu no HUT, mas sofreu o acidente no município de Picos no sul do Piauí, onde morava no bairro Paraibinha.

O agricultor Francisco Lopes dos Santos, de 41 anos, morreu assassinado com golpes de faca.

O estudante Frank dos Santos Silva, de 16 anos, morreu assassinado com tiro de revólver, ele morava no bairro Satélite na Zona Leste de Teresina.

O estudante Albert Marques Lopes, de 26 anos, morreu vítima de acidente de trânsito, ele morava no bairro Santo Antonio, na Zona Sul de Teresina, mas morreu na rodovia BR 316 no trecho do conjunto Parque Piauí na Zona Sul da cidade.

Morreu vítima de acidente de trânsito, João Alves do Santos de 28 anos. Ele morava no município de Picos, onde nasceu.

Cometeu suicídio a estudante Débora Mota Mesquita de 24 anos. Ela morava no bairro São Cristovão na Zona Leste de Teresina, mas era natural de São Paulo.

Morreu vítima de acidente de trânsito, Janiely de Sousa Rocha, de 21 anos. O acidente ocorreu na Avenida Raul Lopes na Zona Leste de Teresina, mas ela morava no bairro Dirceu I na Zona Sudeste.

O soldado Valdinar do Nascimento de 38 anos, apesar de sua morte ter sido registrada no IML ele teve morte natural por infarto, ele morava no bairro Novo Milênio e a preocupação de levar o corpo para o IML é porque ele trabalhava na casa do secretário de segurança, Robert Rios.

O representante comercial, Douglas Bosom de Castro de 31 anos. Ele morreu vítima de acidente de trânsito e era natural do município de Piripiri e morreu em Campo Maior (82km de Teresina). Douglas de Castro era natural de Pouso Alegre em Minas Gerais.

Com informações do Meio Norte

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade