ad16
CidadeDestaques

Incêndio acidental causa explosão em retífica

Incêndio na Retífica RAM em Picos - Foto: 180graus
Incêndio na Retífica RAM em Picos - Foto: 180graus

Uma explosão na tarde desta segunda-feira (12/09) assustou os moradores Picos. Um tambor de óleo da Retífica Ram explodiu após um incêndio no quintal da empresa. O incidente aconteceu por volta de 12h30 no bairro Belo Norte.

Segundo os proprietários do local, que moram nos fundos da empresa, o incêndio teria começado por conta de uma vassoura em chamas jogada por uma vizinha. “Ela botou fogo na vassoura para matar alguns insetos, e depois jogou a vassoura, ainda em brasa, no fundo da Retífica”, disse Leônia Maria Barros, casada com o filho do proprietário da Retífica.

Combinado com a baixa umidade e o mato seco que crescia no local, o incêndio começou, se alastrou e atingiu um tambor. O estrondo causado pela explosão assustou muita gente na cidade, principalmente os hospedes de um hotel que funciona em frente ao local. “Pensei que ia acabar tudo”, disse uma hospede.

Funcionário tentando apagar o incêndio na Retífica RAM - Foto:180graus
Funcionário tentando apagar o incêndio na Retífica RAM - Foto:180graus

Os proprietários reclamaram ainda da estrutura dos Bombeiros na cidade, que possui apenas uma viatura. Depois que as chamas já tinham se espalhado, ainda sem conter o fogo, os Bombeiros tiveram de usar a água da piscina do prédio para combater o incêndio.

Para o senhor Luís Eufrásio, pai da jovem que jogou a vassoura no muro da Retífica, o incêndio foi casual. “Porque eles não chamaram no início os bombeiros? Eles viram e fizeram pouco caso. Além disso, esse quintal não é limpo tem uns 10 anos. É cheio de mato seco e óleo, por isso aconteceu isso”, afirmou. E completou: “Minha filha não jogou a vassoura no pé do muro por maldade”.

180graus

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade