ad16
Geral

Incêndio na Sesapi destruiu documentos investigados pelo MPF

Incêndio na Sesapi
Incêndio na Sesapi

O Ministério Público Federal no Piauí requisitou a instauração de inquérito na Polícia Federal para apurar o incêndio que destruiu o prédio onde funciona a Secretaria de Saúde do Estado (Sesapi), a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Sedet) e a Controladoria-Geral do Estado (CGE).

Como diligência inicial, os procuradores Marco Túlio Caminha e Kelston Lages requisitaram o isolamento da área para que o estado e conservação do prédio atingido não fosse alterado até a chegada dos peritos criminais. Agentes federais vão para trabalhar determinar as causas do incêndio.

O MPF não descarta a possibilidade de o incêndio ter sido criminoso. Havia nas dependências da Sesapi e da CGE documentos imprescindíveis à instrução de procedimentos administrativos em trâmite na Procuradoria da República e relacionados a processos judiciais em curso, bem como de inquéritos policiais instaurados na Superintendência Regional da Polícia Federal no Piauí.

O pedido de investigação foi formalizado nesta terça-feira (25) através do Ofício nº 376/2011-PR/PI-GAB/KL. O documento foi encaminhado ao superintendente regional da PF no Piauí, Nivaldo Farias de Almeida.

O incêndio no Bloco 1 do Centro Administrativo, em Teresina, aconteceu na noite de segunda-feira (24) e perdurou até o início da manhã do dia seguinte. O fogo começou no Setor de Tecnologia da Sesapi e rapidamente se alastrou pelo restante do prédio.

Fonte: PortalAZ

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade