ad16
CidadeDestaquesTodas as Notícias

Loja atingida por incêndio no centro comercial de Picos teve perda total

Segundo informações do comandante do Corpo de Bombeiros de Picos, Hamilton Lemos, a guarnição foi acionada por volta das 22 horas e que até o momento não se sabe o que ocasionou o incêndio.

Um incêndio de grandes proporções atingiu a loja Nordeste Bijú, localizada na Travessa Benedito Reinaldo, Centro de Picos, na madrugada desde domingo (2). Segundo informações do comandante do Corpo de Bombeiros de Picos, Hamilton Lemos, a guarnição foi acionada por volta das 22 horas e que até o momento não se sabe o que ocasionou o incêndio. Foram utilizados cinco mil litros de água para combater as chamas.

“Como iniciou nós não podemos precisar, mas o que eu posso dizer é que quando a guarnição chegou se deparou com o estabelecimento em chamas pelo lado de dentro, foi necessário arrombar as portas, autorizada pelos proprietários, e foi chamado a Eletrobras, que veio e deligou a energia e nós atuamos por completo, primeiro na tentativa de evitar que as chamas se alastrasse para os comércios vizinhos e depois na extinção das chamas necessariamente”, contou.

De acordo com o tenente, na cidade de Picos tem vários comércios antigos e com instalações precárias. “ Aquele comércio que a gente percebe que ele não tem autorização dos bombeiros, o atestando de regularidade. Eles apresentam fiações que se deixam a ver a olho nu, fiações antigas, tanto também a questão arquitetônica antiga, não estou dizendo que é o caso da Nordeste Bijú”, disse.

O tenente afirma que o perito não foi solicitado pelos proprietários e que quando acontece um incêndio desse porte, os proprietários devem exigir logo a perícia se necessário e se houver suspeita de incêndio criminal.

A nossa equipe conversou com o sócio da loja, Marcelo Cordeiro, que afirmou que o incêndio foi provocado por um curto circuito. O empresário criticou a demora que o Corpo de Bombeiros levou para atender a ocorrência.

“Ontem a noite nós fomos ligados por populares, dizendo que a loja estava pegando fogo, chegamos aqui em questão de dez minutos e a população já estava toda cercando o perímetro da loja. De pronto as pessoas já acionaram o Corpo de Bombeiros, observando que quando adentramos na loja que a causa foi de circuito interno, não houve nada de incêndio criminoso, mas fica aí a insatisfação no tocante  ao Corpo de Bombeiros, a população em peso viu a imperícia do mesmo ao chegar ao local em sua atuação ficou comprometido, bem como o tempo de resposta foi mais de uma hora para o Corpo de Bombeiro chegar”, disse.

Marcelo conta que o prejuízo foi total, pois os materias que tinham na loja eram todos de couro e plástico. A loja não possui seguro.

Grande Picos

Tags
LER MATÉRIA COMPLETA

Leia Também