ad16
DestaquesPolíciaSão Julião

Investigação segue sem pistas sobre Emídio Reis

[ad#336×280]Portando faixas e cartazes e a grande maioria usando branco, dezenas de moradores saíram às ruas de São Julião no final da tarde deste domingo, 3 de janeiro, para cobrar das autoridades policiais mais agilidade nas investigações sobre o desaparecimento do ex-vereador Emídio Reis da Rocha (PMDB), separado, 51 anos, pai de três filhos.

O político está desaparecido desde o início da noite de quinta-feira, 31 de janeiro e apesar das buscas intensas da polícia ainda não foi encontrado. O último contato de Emídio Reis foi com sua noiva Célia Luz, por volta das 19h30 e desde então não se teve mais notícia do seu paradeiro. O carro em que andava foi abandonado nas proximidades do povoado Valparaiso, em Picos, e encontrado na manhã de sexta-feira.

Ex-vereador Emídio Reis
Ex-vereador Emídio Reis

Emídio Reis foi candidato a prefeito de São Julião em 2012 e acabou perdendo a eleição para o prefeito José Francisco de Sousa, o Zé Neci (PT). Porém, informações colhidas pela reportagem apontam que ele estaria ingressando com uma ação na justiça pedindo a cassação do mandato do gestor reeleito.

A família de Emídio afirma que o mesmo não tem inimigos. Emídio Reis é tio do atual presidente da APPM, Arinaldo Leal prefeito de Vila Nova do Piauí.

Manifestação

Ansiosos com a falta de notícias e com o insucesso das buscas, familiares, amigos e correligionários de Emídio Reis decidiram realizar uma manifestação. A intenção era cobrar mais agilidade nas investigações e pedir esclarecimentos sobre o caso, que tem intrigado até mesmo a polícia.

VEJA IMAGENS DA MANIFESTAÇÃO

[nggallery id=301]

A concentração foi em frente ao comitê de campanha de Emídio Reis a partir das 16h. Em seguida os manifestantes percorreram as principais ruas de São Julião e encerraram o ato nas proximidades da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, no centro. Liderando a manifestação estavam dois filhos do ex-vereador.

No final do ato pessoas gritavam palavras de ordem e pediam justiça e paz. Outras, faziam orações e entoavam músicas religiosas. Emocionados, alguns choraram e se abraçaram aos amigos em busca de consolo.

Mônica Rocha, sobrinha de Emídio Reis lembrou que o tio não tinha inimigos e definiu ele como um homem que sempre procurou levar esperança para as pessoas. “Temos a convicção de que ele está vivo e logo estará conosco” – declarou. Com informações do Jornal de Picos -jponline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade