ad16
DestaquesPolíciaTodas as Notícias

JAICÓS: Homem tenta assassinar ex-mulher com cinco facadas; vítima teme morrer

[ad#336×280]Uma mulher identificada por Maria da Paz Oliveira da Silva Conceição, de 45 anos, voltou a ser atacada pelo ex-companheiro Genivaldo Domingo Mendes, de 34 anos. O fato aconteceu na madrugada deste domingo (18), durante uma festa em um bar no Bairro Pedrinhas, em Jaicós.

A vítima, ‘Maria de Biá’, como é conhecida, contou que estava sentada em uma mesa, na companhia de outras pessoas, quando foi atacada pelo ex-marido, que desferiu cinco facadas e fugiu. Antes da fuga, ele ainda teria tentado agredir Luzia Josefa de Carvalho, uma amiga de Maria, mas foi impedido por populares.

Gravemente lesionada e perdendo muito sangue, a vítima foi socorrida e levada para o Hospital Florisa Silva, em Jaicós, e em seguida, transferida para o Hospital Regional de Picos.

Maria da Paz Oliveira da Silva Conceição, de 45 anos - Foto: Danilo Bezerra
Maria da Paz Oliveira da Silva Conceição, de 45 anos – Foto: Danilo Bezerra

Genivaldo deixou o local do crime antes da chegada da Polícia Militar. A fuga teria sido auxiliada por familiar. A moto do acusado foi abandonada no local e apreendida.

O caso foi registrado na manhã desta segunda-feira (19) na Delegacia Regional, em Jaicós, e será apurado pela Polícia Civil. Ela ainda acusou o ex-marido de ter furtado todos os seus documentos pessoais no sábado anterior ao crime. “Ele ‘tava’ planejando me matar”, disse.

Esta não é a primeira vez que Maria é vítima da fúria do ex-marido. O casal está separado há cerca de cinco meses. Durante esse período, ela foi atacada outras vezes. Em duas delas, Genival tentou enforcar a ex-mulher. Em outra ocasião, ele usou um revólver para atirar contra a vítima, mas errou o alvo.

Genival chegou a ser preso, mas voltou às ruas com a solidariedade da ex-mulher. Nesse período, segundo informou a vítima, ele residiu na localidade Vilão, zona rural do município de Massapê do Piauí, e no município de Itainópolis, e continuava com as ameaças.

“A pessoa andar assustada, com medo de morrer a qualquer minuto, é ruim”, disse. Maria afirmou que teme pela própria vida. “Eu espero que eles [a polícia] procurem ele, e prendam. E não é pra tirar, que ele é um criminoso, um marginal. Eu ‘tô’ com medo”, disse.

Enquanto concedia entrevista, seu telefone recebeu três chamadas, que segundo ela, são de Genilvaldo. A amiga, Luzia Josefa de Carvalho, disse que chegou a atender uma das ligações e ele teria perguntado se a ex-companheira estava morta, e disse que ia voltar para pegar ela também.

Fonte: CidadesnaNet

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade