ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
Geral

Judô do Piauí estreia com 7º lugar no principal torneio de clubes do Brasil

O Judô Queiroz/Sucesso encerrou a primeira participação do Piauí no Grand Prix Interclubes com o sétimo lugar. Apesar de terem ido a São Paulo com o modesto objetivo de evitar o rebaixamento e garantir a permanência da elite do judô em 2014, a equipe avalia que a participação poderia ser melhor. O clube já começa a pensar no torneio do próximo ano para tentar ficar entre os semifinalistas.

Queiroz Filho e Nilo Carvalho comemoram desempenho da equipe do Piauí - Foto: Cidade Verde
Queiroz Filho e Nilo Carvalho comemoram desempenho da equipe do Piauí – Foto: Reprodução/Facebook
Neste domingo (17), na disputa para ver quem decidia o quinto lugar, Francinaldo Segundo foi imobilizado faltando oito segundos para o fim de sua última luta por Rafael Buzacarini, quando o placar estava empatado em 2 a 2, garantindo a vitória para o São Caetano (SP). A equipe piauiense foi para a disputa de sétimo lugar com o Jequiá/Umbra (RJ), e acabou vencendo por 3 a 2.
“Somos a 7ª melhor equipe do Brasil! E a melhor do norte-nordeste. Parabéns a todos da equipe. Lutar em alto nível não é fácil. Somos Série A do judô brasileiro”, comemorou Nilo Carvalho, um dos integrantes da equipe piauiense, em mensagem nas redes sociais.
Abdias Queiroz Filho avaliou o desempenho como positivo e um aprendizado. “Pensamos em ficar na elite, mas quando chegamos aqui você só luta pensando em vencer. Não fosse a contusão do Lincoln Santos e a nossa inexperiência no Grand Prix, poderíamos ter ficado em quinto lugar ou até ter sido semifinalistas”, pontuou.
Técnicos recebem placas de agradecimento ao final do torneio - Foto:Cidade Verde
Técnicos recebem placas de agradecimento ao final do torneio – Foto: CBJ
Doze equipes disputaram a competição masculina. O  Pinheiros (SP) venceu o Minas Tênis (MG) na decisão e ficou com o título. As duas últimas foram rebaixadas e terão de disputar um torneio qualificatório no ano que vem.
Campanha
O torneio começou no sábado. O Judô Queiroz/Sucesso caiu no grupo com Osasco/Yanaguimori (SP) e Minas Tênis Clube (MG). Ciente de que uma derrota contra os paulistas forçaria uma vitória ante os favoritos mineiros, os piauienses deram tudo de si. O paulista Lincoln Santos e o piauiense Stanley Torres venceram as duas primeiras lutas para o time do Piauí. Paulo Segatelle e José Neto foram derrotados em seguida. Coube a Francinaldo Segundo garantir a vitória no final por 3 a 2.
Já classificado para a segunda fase, a equipe  se poupou e perdeu por 5 a 0 para o Minas Tênis.
Na segunda fase, com dois grupos de quatro equipes disputando vagas nas semifinais, a equipe do Piauí sofreu uma baixa com a lesão de Lincoln Santos em pleno combate contra o Santo André (SP). A série de confrontos acabou empatada em 2 a 2. A estratégia de poupar os principais atletas foi repetida contra o Pinheiros (SP) e o grupo piauiense perdeu por 5 a 0.
Confronto com Osasco garantiu permanência na elite - Foto: Boletim Osotogari
Confronto com Osasco garantiu permanência na elite – Foto: Boletim Osotogari
Com energias guardadas para encarar a Sogipa (RS) por uma vaga direta na semifinal, o time do Piauí saiu atrás com a derrota de Dyego Brito para Diego dos Santos, mas reagiu em seguida com vitórias de Stanley Torres e Paulo Segatelle. Porém, Marcelo Filho e Renan Nunes venceram José Neto e Francinaldo Segundo, fazendo 3 a 2 para a equipe gaúcha.
Fonte: Cidade Verde
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade