ad16
DestaquesPolíciaTodas as Notícias

Justiça aceita denúncia e advogado vira réu por estupro de faxineira

Em depoimento, a diarista de 29 anos, contou que foi mantida em cárcere privado por mais de 2 horas, ameaçada com uma faca e chegou a pular da sacada do apartamento do advogado, numa altura de mais de 6 metros.

O advogado Jefferson Moura Costa, 45 anos, se tornou réu na justiça por crime de estupro contra uma diarista, que precisou pular da sacada do apartamento para escapar. A denúncia foi aceita pelo juiz  Antônio Bittencourt, da 3ª Vara Criminal da Comarca de Teresina. A informação foi confirmada pelo advogado de defesa dele, Lucas Ribeiro. As informações são do Cidade Verde.

“Ele vai ser intimado pessoalmente e tem um prazo de dez dias para fazer a defesa prévia dele, arrolando testemunhas e o que ele entender que pode ajudar na defesa”, afirmou o advogado ao Cidadeverde.com.

Advogado picoense Jefferson Moura Costa – Imagem: redes sociais (reprodução Meio Norte)

Jefferson Moura Costa está preso em Altos. Em depoimento, a diarista de 29 anos, contou que foi mantida em cárcere privado por mais de 2 horas, ameaçada com uma faca e chegou a pular da sacada do apartamento do advogado, numa altura de mais de 6 metros. 

Após a denúncia da diarista, mais quatro vítimas procuraram a polícia alegando o crime de importunação sexual contra ele. 

O crime ganhou repercussão nacional, já que existem imagens que mostram a vítima pulando do prédio para fugir de mais abusos sexuais. A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) suspendeu temporariamente por 90 dias seu registro e abriu processo disciplinar.

Jefferson é suspeito de assassinar um cabo do Exército, responde na justiça pelo crime de desacato, corrupção ativa e porte ilegal de arma.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade