ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesGeralTodas as Notícias

Justiça ouve os acusados de assassinar o cantor Edmar Bringeo

[ad#336×280]Após mais de uma hora de atraso, por volta das 9h30min desta quinta-feira, 18, foi dado início a Audiência de Instrução e Julgamento do caso do assassinato do seresteiro Edmar Antônio de Sousa, o Edmar Bringeo, 46 anos.  Serão ouvidas durante todo o dia 09 testemunhas de acusação e 11 testemunhas de defesa, além dos acusados, o auxiliar de laboratório, Sivoney Clementino Barros, de 40 anos, apontado como sendo o mandante do crime e  Tiago Osório Cavalcante, como sendo a pessoa que teria dado fuga ao autor do disparo que vitimou o Edmar Bringeo. O crime que chocou a população picoense ocorreu no último dia 15 de maio de 2013.

Audiência deve ocorrer durante todo o dia - Foto: Paula Monize
Audiência deve ocorrer durante todo o dia – Foto: RiachaoNet

A Audiência acontece neste momento no auditório do Fórum Helvídio Nunes de Barros, em Picos, e é presidida pela Juíza titular da 5ª Vara Criminal da Comarca de Picos, Nilcimar Rodrigues de Araújo Carvalho. Os acusados chegaram ao Fórum de Picos por volta das 8h40 min, onde os familiares já se faziam presentes, além da presença de populares.

Acusados, Tiago Osório e Sivoney Clementino - Foto: RiachaoNet
Acusados, Tiago Osório e Sivoney Clementino – Foto: RiachaoNet

O advogado da família, Jandes Batista, disse que existe provas irrefutáveis sobre  a participação dos acusados no crime de Edmar Bringeo, e que a família espera que a Justiça seja feita.

Assistente de acusação, Jandes Batista - Foto: Paula Monize
Assistente de acusação, Jandes Batista – Foto: RiachaoNet

Testemunhas

Ao todo 20 testemunhas prestarão seu depoimento, sendo 09 arroladas pela promotoria, 08 pela defesa do Thiago Osório e 03 pela defesa do Sivoney Barros. Até o momento em que nossa reportagem esteve presente na Audiência apenas uma única testemunha prestava seu depoimento. Identificada como Maria das Graças, residente próximo ao local onde ocorreu o crime, no Bar do Noêmio, a mesma contara tudo o que presenciou naquela noite.

IMG_1105

Maria das Graças relata que estava em sua residência que fica situada em frente ao Colégio Marcos Parente, quando ouviu dois disparos e imaginava ser “bombinhas” do São João.

Defesa

O assistente de Defesa de Tiago Osório, Gleuton Portela, ressaltou que nos autos do processo não há provas que denunciem a participação de Sivoney Clementino, e nem ao menos de Tiago Osório. “Desde a morte do assassinato do Edmar Bringeo, a sociedade clama por Justiça. A Polícia sentiu uma pressão tamanha, afirmando que já teriam identificados mandantes, coautores do crime, e tinham que dar uma satisfação. Mas provas, indícios de participação, testemunhas oculares, não existe”, afirmou o advogado.

Gleuton Portela acredita que diante desta repercussão, os acusados devam ir à Juri Popular para que a sociedade defina a condenação dos mesmos.

Relembre o caso

Edimar Bringeo foi executado no último dia  15 de maio de 2013. Ele estava jogava cartas com amigos, no Bar do Noêmio, localizado no bairro Bomba, quando foi surpreendido por um disparo de arma de fogo na nuca.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade