ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias
Últimas

Justiça Trabalhista leiloa Hospital Geral de Picos

O terreno, que foi entregue em juízo, a partir de uma proposta dos sócios do hospital, está avaliado em cerca de R$ 3 milhões e está sendo leiloado na modalidade venda direta

O Juiz Titular da Vara do Trabalho de Picos, Ferdinand Gomes dos Santos, homologou um acordo entre 11 sócios do Hospital Geral de Picos (HGP) e Ministério Público do Trabalho para leiloar um terreno de 3.200 metros quadrados, onde o hospital funcionou por 30 anos. O patrimônio fica localizado na Avenida Severo Eulálio, zona urbana da cidade.

O terreno, que foi entregue em juízo, a partir de uma proposta dos sócios do hospital, está avaliado em cerca de R$ 3 milhões e está sendo leiloado na modalidade venda direta, podendo ser adquirido à vista ou de forma parcelada. A venda será concretizada pela melhor proposta apresentada.

Confira edital de venda

O edital de venda foi lançado no dia 22 de fevereiro e já recebeu sua primeira proposta de venda. O valor ofertado em 03 de abril foi de R$ 1.450.000,00.

Após receber proposta o juiz realizou a divulgação no dia 09 de abril. Qualquer interessado tem dez dias uteis para ofertar sua proposta, que deve ser 10% superior a primeira. Caso nenhuma proposta seja ofertada a venda será concretizada para o primeiro interessado.

Entenda o caso:

Após decretar falência, um dos hospitais mais tradicionais da cidade encerrou suas atividades no mês de julho, depois de mais de 30 anos de serviços prestados a pacientes de toda a região.

Com problemas financeiros o local foi diminuindo o quadro de funcionários, assim as atividades foram comprometidas. O empreendimento acumula dívidas e um processo trabalhista coletivo, chamado processo piloto, que reúne causas de cerca de 70 antigos servidores.

Uma das primeiras medidas tomadas pela Vara do Trabalho de Picos foi a indisponibilidade dos bens de 11 pessoas identificadas como sócios do hospital, uma vez que o empreendimento não possuía bens em seu nome.

“Após essa medida os sócios procuraram a Justiça do Trabalho e acenaram uma solução para o problema. Marcamos duas reuniões e nelas ficou acertado a entrega do imóvel, onde funcionou o hospital, à Justiça do Trabalho para ser alienado”, explicou o juiz titular da titular da Vara do Trabalho de Picos, Ferdinand Gomes dos Santos.

O prédio localizado na avenida Severo Eulálio, bairro Canto da Várzea, passou por duas avaliações, sendo elas uma privada e uma judicial, que resultaram em valores de venda diferentes.

Fonte: Picos40Graus

Tags
LER MATÉRIA COMPLETA

Leia Também