ad16
DestaquesGeralPolíticaTodas as Notícias

Kléber Eulálio diz que não indicará cargos após deixar prefeitura de Picos

O atual prefeito de Picos, Kléber Eulálio (PMDB), deixará o comando da prefeitura do município  em 30 dias para assumir o Tribunal de Contas do Estado (TCE). O gestor destaca que, durante este período, vai repassar detalhes da situação da cidade para que o padre José Walmir Lima (PT), atual vice-prefeito, assuma a prefeitura de Picos.

“Ele já é vice-prefeito e secretário de Educação, que compõe a metade do governo municipal. Vamos fazer um diagnóstico para mostrar a situação, as obras em andamento, as paradas, os projetos que estão tramitando nos ministérios. Ele já participa da administração, tem um bom conhecimento e terá que montar sua equipe”, disse Eulálio.

e03681d6bb6bf50ce3910681ab9272dd

O prefeito disse ainda que não indicará cargos na administração do padre Walmir e seu compromisso será com o TCE-PI. “A única conversa que tive com o padre, antes de me inscrever, foi a qual disse para ele que ninguém governa sozinho. Fomos eleitos com uma composição de forças. Meu partido tem a maior fatia de aliados, mas todos participam da administração. Todo prefeito tem que ter sintonia com o poder legislativo”, disse.

O prazo para que Kléber Eulálio assuma a vaga no TCE é de 30 dias, podendo ser prorrogado por prazo de igual período. “Não sei quanto tempo vou usar no período de transição, mas acredito que os 30 dias serão suficientes. Não há agonia”, resume.

Eleição TCE

Em entrevista ao Notícia da Manhã desta quarta-feira (20), o gestor ainda falou sobre o resultado da eleição para o TCE e dos 18 votos dos 30 que resultaram na sua vitória. “Antes do atual presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, deputado Themístocles Filho (PMDB), eu fui o deputado com maior tempo presidindo a casa, foram quatro mandatos, 30 anos. Tenho minhas amizades pessoas e as procurei. O candidato tem que acreditar que vai ganhar e o resultado estava dentro da minha expectativa. O TCE-PI é um exemplo em seriedade, respeito e bom desempenho. A instituição é mesclada com técnicos e quatro ex-deputados e respeitado no país inteiro e a qualidade das pessoas é que dita se o  tribunal seja bom ou ruim”, disse.

FONTE: Cidade Verde

 

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade