ad16
DestaquesPolíticaTodas as Notícias

Kleber Eulálio e Padre Walmir vão para o banco dos réus por improbidade administrativa

O montante reivindicado consta no valor de R$ 4.424.381,35

A juíza Maria da Conceição Gonçalves Portela, da 1ª Vara da Comarca de Picos, recebeu uma petição inicial de ação civil de improbidade administrativa, ajuizada pelo Ministério Público, contra Kleber Eulálio e Padre Walmir, ambos ex-prefeitos do referido município.

A ação acusa os ex-gestores por apropriação indébita previdenciária dos recursos destinados ao Fundo Previdenciário do Município desde junho de 2014, ou seja, o valor que estava sendo descontado da folha de pagamento dos servidores não foi repassada para o PicosPrev.

O montante reivindicado na ação, até o momento, consta no valor de R$ 4.424.381,35 (quatro milhões quatrocentos e vinte e quatro mil trezentos e oitenta e um reais e trinta e cinco centavos).

Com a decisão da juíza de pôr aos ex-prefeitos no banco dos réus, agora eles terão que apresentar resposta à acusação em defesa própria. O Ministério Público quer, caso haja condenação, que todo o valor desviado seja ressarcido integralmente, que ambos percam a função pública, tenham seus direitos suspensos no período de 3 a 5 anos, que paguem multa 100 vezes a mais do valor subtraído, entre outros infortúnios judiciais.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade