ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesEsporteTodas as Notícias

Lancuna pede demissão da SEP após 2ª derrota: “Estou hoje desempregado”

O técnico Nivaldo Lancuna deixou a SEP na noite deste domingo após a derrota do time para o Altos, por 1 a 0, na quarta rodada do Campeonato Piauiense. O treinador manifestou desejo à diretoria em não continuar mais à frente do clube no restante do estadual. A passagem breve no clube auriverde teve apenas quatro jogos: uma vitória, um empate e duas derrotas – aproveitamento de 33%. O clube não se manifestou oficialmente sobre a demissão do treinador. 

– Já tinha colocado o cargo à disposição contra o River-PI, Parnahyba, Flamengo-PI… Hoje eles aceitaram e sai fora. O profissional tem que ser bem tratado. Não houve desentendimento. Ligaram dizendo que teria reunião, então disse que o cargo estava à disposição, pedi demissão e acabou – comentou Lancuna. 

Técnico Nivaldo Lancuna (Foto: Stephanie Pacheco, globoesporte.com )

Lancuna recebeu carta branca da diretoria para montar o elenco e repetir no Zangão a campanha de sucesso feita no Altos, em 2016, quando levou o Jacaré ao vice-campeonato piauiense e a nona colocação da Série D do Brasileiro, sendo eliminado nas oitavas. Na estreia pela SEP, após o empate em 2 a 2 com o River-PI, o técnico havia colocado o cargo à disposição depois de ter ouvido “besteiras” nas arquibancadas do Helvídio Nunes. 

– O que mata a SEP é a política. Os cara que são contra vão para a arquibancada e hostilizam, humilham, eu não aguento. Bato de frente com quem seja. Falei para ele (presidência) que tive proposta boa para sair (antes de fechar com o Picos), mas queria ajudar. Ligaram para falar de reunião (após a derrota para o Altos), disse que não vai ter reunião nenhuma. Estou demitido e está acabado. Entramos em acordo – explicou Lancuna.

– O balanço que faço é de aprendizado, que às vezes você não pode se entregar da maneira que eu me entrego nos times que vou. Deixei três propostas maravilhosas para ficar porque tinha o interesse de ficar – ressaltou. 

Sem o cargo, Lancuna volta para Altos, cidade onde mora no Piauí. O técnico entende que o momento é de esfriar a cabeça, mas se coloca aberto a ouvir futuras propostas. 

– Não recebi proposta de ninguém. Ninguém me convidou, não recebi nada. Quem fala o contrário, está plantando notícia falsa. Estou hoje desempregado. Comuniquei há pouco à diretoria. Moro em Altos, se algum outro clube procurar e o negócio for bom, a gente se acerta. Ninguém sabe o dia de amanhã – concluiu. 

Globo Esporte-PI

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade