ad16
DestaquesEsporte

Mãe do jogador Rômulo não queria que o filho saísse do Brasil agora

Luciana Borges mãe do jogador Rômulo
Foto: Daniela Meneses

Luciana Borges, mãe do jogador Rômulo, falou sobre a saída do filho do time do Vasco em entrevista exclusiva ao Riachaonet. O jogador foi vendido para o time do Spartak de Moscou, Rússia, por R$ 20 milhões, o anúncio foi feito na tarde de ontem através de nota oficial divulgada pelo clube carioca.

Para a mãe, a decisão do filho é prematura. Luciana argumenta que o jogador deveria permanecer mais tempo no Brasil e mostrar um pouco mais de seu trabalho aos torcedores do país, no entanto, ressalta que a proposta feita pelo novo clube era “irrecusável”. “Ele já recebeu outras propostas de outros times, mas essa, como ele mesmo disse, foi irrecusável”, pontua.

Apesar das sondagens que o jogador vinha recebendo de clubes estrangeiros, Luciana disse que foi pega de surpresa pela notícia e que não teria influenciado a decisão do atleta. “Sabia que um dia ele seria vendido, era inevitável. Mas o clube, o empresário e as negociações, finalizaram a venda”, explica ela que só soube da viagem quando o filho já estava de “malas prontas”.

Olimpíadas

Rômulo viajou na tarde de ontem (28) para resolver questões burocráticas em seu novo clube na Rússia, devendo retornar ao Brasil na próxima semana, na expectativa de que seu nome esteja na relação dos jogadores que irão participar das Olimpíadas. Caso seu nome esteja na lista, ele só volta a Moscou após a edição dos jogos olímpicos de Londres.

“A família é de acordo, apesar da saudade, gostaríamos que ele ficasse até o final do ano. Foi a melhor proposta que recebera, ele levará a família e eu vou junto”, comemora a mãe que também já está de malas prontas para a nova vida na Rússia. “Ele me ligou e disse: ‘Mãe, tô indo e a senhora vai comigo’”.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade