ad16
DestaquesEducaçãoTodas as Notícias

Mais de três mil candidatos do Enem terão segunda chance por falta de energia

O Inep dará uma segunda chance aos estudantes que se sentiram prejudicados pela falta de energia durante as provas do Enem no Piauí no início do mês de novembro. Um total de 64% dos candidatos que irão participar da segunda aplicação, em dezembro, poderão refazer as provas do primeiro dia. Ao todo 5344 poderão participar da segunda aplicação. Destes, 1912 foram prejudicados por conta das ocupações nos locais de prova durante a primeira aplicação e os 3432 restantes por conta da interrupção no abastecimento elétrico.

enem2016Em Teresina foram mais de 155 pontos de aplicação de provas do Enem e candidatos que fizeram a prova no Centro Universitário UniNovaFapi, na zona Leste da capital, alegaram que a falta de energia atrapalhou a realização do exame. “Ficou insuportável…todo mundo se abanando. Um fiscal foi à nossa sala e disse que seria contabilizado o tempo que faltou energia para ser compensando no final. Mas quem aguentava aquele calor?”, disse uma candidata que informou que o problemas em várias salas onde ocorrem as provas.

Os estudantes foram orientados a finalizar a prova sob a alegação de que o horário para término seria adiado, mas por conta do calor e da escuridão, muitos não chegaram a concluir a prova. Ainda segundo relatos dos estudantes, o fornecimento de energia foi interrompido cerca de 30 minutos após o início do Exame e os candidatos tiveram até as 18h para terminar.

Procurado pelo Cidadeverde.com, o Inepi garantiu que a participação destes candidatos na segunda aplicação é opcional e seu comparecimento só é necessário caso se sintam prejudicados pela falta de energia. Em nota, o instituto acrescenta que todos os alunos de Teresina afetados pela interrupção receberam um e-mail informativo que explica que caso não haja comparecimento à reaplicação, o resultado que será considerado é o da primeira aplicação.

Leia a íntegra da nota do Inep:

Conforme mostra o texto do email enviado aos alunos de Teresina afetados pela interrupção de energia elétrica, eles terão uma segunda chance de fazer a prova do primeiro dia caso sintam que foram prejudicados pelo período em que a escola ficou sem luz. Aqueles que avaliarem que foi possível fazer a prova mesmo sem luz por um tempo não precisam comparecer. Será uma decisão individual de cada inscrito, mas o Inep dará essa oportunidade a todos os que passaram por essa situação de falta de luz para garantir a isonomia do exame.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade