ad16
Geral

Margarete garante: não há definição para cargo de vice na chapa do PT

A deputada federal Margarete Coelho (PP) admitiu que poderá ser vice na chapa de Wellington Dias (PT) nas eleições deste ano, mas ressaltou que não há definições sobre o assunto.

“Estou muito feliz de ter meu nome lembrado, não foi só pelo partido, mas também pela população. As conversações estão abertas e o PP está na coligação do PT e quer contribuir para trazer os melhores nomes possíveis, mas ainda não fechamos questão nem quanto ao nome, nem quanto ao cargo. A vaga de vice é importante e também está aberta a outros partidos”, explicou a parlamentar.

Deputada Margarete Coelho (PP)
Deputada Margarete Coelho (PP)

Sobre o veto do governador Wilson Martins (PSB) ao projeto que altera a disposição do Conselho de Contribuinte, a deputada disse não acreditar que se trate de represália política, mas sim de um equívoco por parte da equipe do chefe do Estado.

“O Conselho visa a representatividade do contribuinte, mas é composto de uma forma que o fisco é maioria. Queremos que ali esteja alguém da sociedade. O governador vetou porque entendeu que só ele pode mexer na estrutura do cargo, mas a lei existe, não estamos trazendo lei nova. Eu lamento se houver apelo político, quero acreditar que tenha sido um equívoco por parte da equipe técnica do governador”, acrescentou a deputada.

Margarete disse ainda que conta com a OAB para derrubar o veto. Outros dois projetos também foram vetados, um do deputado estadual João de Deus (PT) e outro de Belê Medeiros (PSB).
Fonte: Cidadeverde.com

 

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade