ad16
Geral

MEC adia instalação de campi da UFPI nas cidades de Oeiras e Esperantina

O Ministério da Educação adiou a instalação de Campi da UFPI nas cidades de Esperantina e Oeiras. O governador do estado, Wilson Martins, recebeu comunicado oficial vindo do Ministro da Educação, Aloízio Mercadante, informando sobre a impossibilidade imediata.

Campus da UFPi em Picos
Campus da UFPI em Picos
“Esclarecemos que a manifestação de Vossa Excelência, mesmo não sendo atendida no presente momento, foi registrada pela Diretoria de Desenvolvimento da Rede de Instituições Federais de Ensino Superior, e será considerada em futura análise de expansão”, colocou o ministro.
Segundo o reitor da Universidade Federal do Piauí, José Arimatéia Dantas Lopes, o projeto de expansão sempre foi planejado para ser executado em curto prazo, porque havia demandas anteriores a serem resolvidas. “Não nos surpreende o comunicado do MEC, porque já sabíamos que o andamento do projeto seria lento, e ainda vamos esbarrar nas eleições presidenciais, que também adiam as resoluções”, pontua o reitor.
Mercadante aponta no comunicado que a prioridade do MEC é consolidar e fortalecer as universidades e campi implementados durante no primeiro ciclo de expansão para o interior e o do segundo ciclo, relativo ao Reuni, que visa reestruturar e expandir as Universidades Federais.
Projetos para 2014
Atualmente, a UFPI está instalada em cinco cidades: Teresina, Parnaíba, Bom Jesus, Picos e Floriano. O reitor afirmou ainda que para o vestibular da UFPI no segundo semestre de 2014 serão ofertados os cursos de Medicina na cidade de Parnaíba, e o curso de Letras com habilitação em Língua brasileira de sinais (LIBRAS), presencial, em Teresina.
Fonte: Cidade Verde
Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade