ad16
SaúdeTodas as Notícias

Médico esclarece vídeo polêmico envolvendo ambulância do SAMU de Picos e nega denúncias

O médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Picos Mário Neto, e alguns servidores do órgão, foram na manhã de hoje (26) na Delegacia da Polícia Civil de Picos registrar um boletim de ocorrência sobre uma denúncia feita por um veículo de comunicação da cidade, através de um vídeo. Nas imagens, a ambulância particular da PAFASA (Plano De Assistência Familiar Santa Ana) estaria utilizando equipamentos do SAMU para ocorrências particulares.

O médico alega que as denúncias são falsas e que o veículo do SAMU não foi usado para fim particular. Ele esclarece que o veículo do Plano de Assistência estava no seu local de trabalho para buscá-lo e não para a retirada de equipamentos.

Ambulância do Samu de Picos/ Imagem cedida pelo médico Mário Neto
Ambulância do Samu de Picos/ Imagem cedida pelo médico Mário Neto

“O vídeo que veio junto com essa reportagem, tratou-se de uma transferência particular que eu fiz na última sexta –feira (23), quando eu não estava de serviço, não fiz como médico do SAMU, como médico contratado de via privada. Foi no SAMU, porque minha irmã tirava plantão neste serviço e como eu ia no meu carro particular, eu deixei com ela para que ela pudesse voltar com meu carro e eles [a equipe do PAFASA] já estavam lá me esperando”, completou Mário Neto.

O veículo de comunicação que divulgou o vídeo e publicou uma matéria com as acusações,  afirma que as denúncias surgiram de funcionários do próprio SAMU, que preferiram não se identificar. E segundo eles, a prática ilegal já provocou até mesmo óbitos, visto que diversas pessoas deixam de ser assistidas pelo serviço quando os equipamentos estão sendo utilizados pela unidade particular. Há relatos também de que chegou até ao ponto de trincarem o vidro da ambulância nova do SAMU para que a unidade de serviço avançado fosse impedida de realizar transferência de pacientes para Teresina.

Porém, o médico Mário Neto ainda relatou que os problemas ocorridos nas ambulâncias do SAMU de Picos foram acidentes causados por transferências devidamente ordenada pela Central de Regulações Estadual do Piauí. E ainda disse que não era verdade sobre o óbitos que a matéria destaca.

“No dia 09 de março em um dos retornos de uma transferência feita pelo próprio SAMU, regulada pela própria Central de Regulações do SAMU que tem cede em Teresina, na volta houve uma colisão da nossa ambulância com um urubu, que causou esse dano na ambulância, e esse dano já foi reparado”, ponderou o médico.

“No momento temos três ambulâncias ativas e uma de suporte, de forma teórica, na prática temos duas passando por reparos, então só temos uma ambulância para a cidade inteira, muito triste, não é nem perto de ser suficiente”, finalizou Mário Neto.

O médico ainda divulgou uma nota pelas redes sociais falando sobre o vídeo e a matéria que o veículo de comunicação divulgou.

“Sou médico funcionário, Dr Mário, e ex-coordenador do SAMU de Picos. A informação não procede. A ambulância da PAFASA estava na sede do SAMU por minha solicitação. Afirmo NÃO possuir qualquer vínculo fixo com qualquer empresa de transferência particular, mas fui pessoalmente acionado para uma transferência particular, por conveniência de experiência, no último dia 23/03. Como precisava deixar meu veículo pessoal em algum lugar, pedi que me buscassem na sede do SAMU para que deixasse o meu carro lá, onde já conheço. A ambulância da PAFASA estava esperando minha chegada e, conforme o vídeo mostra, não há qualquer transferência de materiais ou equipamentos entre ambulâncias. Lamento que essas informações sejam veiculadas sem comprovação. Reitero que não sou defensor de nenhuma das empresas de transporte particular, inclusive já fui convidado pelas duas e em ambas optei por não haver vínculo fixo, em virtude de minha disponibilidade de tempo. Repassarei este link para a atual coordenação e à polícia para as devidas investigações e providências e também me disponibilizo para informações adicionais pelo mariojneto@hotmail.com. Solicito a precaução para que a origem das informações sejam verificadas antes de veiculadas, para evitar complicações para as partes. Idicionalmente, o pára-brisas da ambulância do SAMU fora quebrado dutante uma transferência DO SAMU, prévia e devidamente regulada pela Central de Regulações Estadual do Piauí, em seu retorno na tarde de 09/03”. Dr Mário Neto.

CONFIRA OS ÁUDIOS

MÁRIO NETO:



Fonte: Grande Picos

LER MATÉRIA COMPLETA

Leia Também