ad16
AutoPECASonline24.pt
CidadeDestaquesGeralSaúde

Médicos da rede estadual adiam paralisação

José Almeida
José Almeida - Foto: MM/Riachaonet

Pensando no bem estar da população, os médicos que atuam na rede estadual de saúde optaram por adiar a paralisação que aconteceria de 13 a 17 de fevereiro.

Após realizar assembléia geral para deliberar sobre as exigências não atendidas pelo governo do Estado, o Sindicato dos Médicos do Estado do Paiuí (SIMEPI) optou  por adiar a paralisação marcada para a próxima semana, de 13 a 17 de fevereiro, e que poderia ser prorrogada durante os dias de Carnaval.

Em entrevista, o diretor do Sindicato dos Médicos de Picos, José Almeida, afirmou que a decisão foi tomada pensando no bem-estar da população, que seria a mais prejudicada. Com o adiamento, os médicos seguem atendendo normalmente até o dia 5 de março, quando iniciam nova manifestação, dessa vez com paralisação até o dia 9. “Nesse período serão atendidos apenas os casos extremamente graves. Casos mais leves não serão atendidos no Hospital Regional [Justino Luz]”, diz ele.

O médico sindicalista informou ainda que a partir da próxima segunda-feira (13) começarão a ser veiculadas peças publicitárias divulgando o descontentamento da classe com a saúde do Estado do Piauí.

Segundo ele, a principal insatisfação diz respeito aos salários, que não acompanham o novo piso divulgado pela Federação Nacional de Medicina (FENAM), aprovada em janeiro deste ano para R$ 9.188,22, para jornadas semanais de 20 horas. “Há mais de três anos foi implantando o plano de Cargos, Carreiras e Salários do Estado, só que desde que foi implantado não vem sendo cumprido pelo governo”, destaca. “Eles implantaram e congelaram. Não tem reajuste, não existe uma progressão, insalubridade e os investimentos na saúde são precários”, explica.

Em Picos a adesão será de 100% dos médicos que trabalham na rede estadual, informa o diretor. A classe também estaria insatisfeita com a quantidade de profissionais disponibilizados para realizar os atendimentos no Hospital Regional Justino Luz (HRJL).

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade