ad16
https://ead.uninta.edu.br/
AutoPECASonline24.pt
DestaquesPolíciaTodas as Notícias

Militar acusado de matar estudante em Valença é transferido

O policial militar suspeito de matar uma estudante de direito de 22 anos em Valença foi transferido para Teresina, onde segue preso em presídio militar. Em depoimento, ele assumiu que sacou a arma e alegou que o disparo contra a jovem foi acidental no momento em que travava luta corporal com o irmão da vítima.

O crime aconteceu na madrugada deste sábado (15) em uma festa no Bairro Novo Horizonte, onde o policial militar do Ceará Rafael do Nascimento Oliveira Rosa teria se recusado a pagar R$ 5 na entrada com a justificativa de ser da polícia. Ele teria iniciado uma discussão com um dos organizadores da festa, que é cabo do Exército. Durante a briga, a estudante Suellen Marinheiro Lula tentou defender o irmão e acabou sendo baleada na cabeça.

O crime teria sido motivado por uma discussão causada por um policial militar do Ceará que se recusava a pagar R$ 5 pela entrada no local e acabou atingindo a jovem.
O crime teria sido motivado por uma discussão causada por um policial militar do Ceará que se recusava a pagar R$ 5 pela entrada no local e acabou atingindo a jovem.

Em depoimento ao delegado Marlos Sampaio, Rafael do Nascimento alegou que a sua intenção foi sacar a arma apenas para assustar, mas acabou travando luta corporal com o cabo do Exército que tentou tomar-lhe a arma. Na ocasião, acabou disparando acidentalmente e atingiu a jovem.

O militar foi transferido na noite deste sábado para a sede da corregedoria da Polícia Militar em Teresina, já que tem direito a prisão especial. A Polícia Militar piauiense está acertando a transferência do soldado para o Ceará, onde é lotado.

Cidade Verde

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade