CidadeTodas as Notícias
Últimas

Minha Casa Legal deve regularizar quase 900 imóveis em Picos

Os mutuários da Cohab e Iapep podem obter descontos de até 90%, sobre juros e multas.

Nos dias 10 e 11 de maio, os mutuários da cidade de Picos, que moram nos conjuntos habitacionais Aerolância, Pedrinhas, Petrônio Portela e Waldemar de Moura Santos (Pantanal) receberão atendimento itinerante do Programa Minha Casa Legal, em mais uma ação de regularização fundiária que a Empresa de Gestão de Recursos do Piauí (Emgerpi) realizará no município. O objetivo é promover a regularização fundiária, financeira e cadastral dos 898 imóveis construídos, no município, pela extinta Companhia de Habitação do Piauí (Cohab) e Instituto de Assistência e Previdência do Estado do Piauí (Iapep).

Todos os mutuários dos conjuntos Petrônio Portela, Aerolância, Pedrinhas e Waldemar de Moura Santos (Pantanal) serão atendidos das 7h30 às 17h, no Escritório Regional da Emgerpi em Picos, localizado no Conjunto Petrônio Portela, S/N, bairro Rodoviário.

No município de Picos, mais de 150 mutuários precisam procurar a Emgerpi para finalizar débitos e atualizar cadastro. O diretor-presidente da Emgerpi, Décio Solano, explica que esta ação itinerante tem como objetivo convocar todos os mutuários que moram nesses conjuntos, cujas às áreas estão averbadas. “Nesse itinerante, queremos chamar os mutuários de Picos para aproveitar as facilidades de pagamento que o Programa Minha Casa Legal vem concedendo para quem ainda precisa quitar dívida e resolver problemas das suas moradias”, disse Solano.

Com o Programa Minha Casa Legal, os mutuários da Cohab e Iapep podem obter descontos de até 90%, sobre juros e moras,  bem como reparcelar dívidas em até 60 meses. O mutuário que parcelar débitos também ganha descontos de até 40%, sobre  juros.

O conjunto habitacional Waldemar de Moura Santos, conhecido popularmente como Pantanal, foi registrado e averbado recentemente pelo governador Wellington Dias, sendo que a solenidade de entrega da regularização fundiária desse empreendimento, que tem 293 imóveis, ocorreu no dia 27 de março deste ano.

 “Os mutuários que moram em unidades habitacionais construídas pelo Programa de Subsídio à Habitação de Interesse Social (PSH) e Programa de Financiamento da Construção, Aquisição ou Melhoria de Habitação de Interesse Social (Ficam) também receberão atendimento do Programa Minha Casa Legal, visto que esses imóveis fazem parte da carteira imobiliária da antiga Cohab-PI. Visitas domiciliares serão feitas durante os dois dias de ação itinerante”, destacou a diretora de Processos Imobiliários da Emgerpi, Ana Lúcia Gonçalves.

Autoria: Adriana Carvalho
Tags
LER MATÉRIA COMPLETA

Leia Também