ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias

Missa solene marca o aniversário de 15 anos do Samu de Picos; Saúde entrega sede reformada

Central de regulação recebeu o nome "Danilo Felipe da Luz", motorista do SAMU que foi vítima fatal de acidente de trânsito no ano passado.

A Prefeitura Municipal de Picos, através da Secretaria de Saúde, realizou, na manhã deste sábado (26), uma programação alusiva ao 15º aniversário do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência da cidade, com missa, inauguração da reforma do local e homenagem a Danilo Felipe da Luz (in memoriam), que fora motorista do SAMU e faleceu vítima de acidente de trânsito.

A programação começou às 09h00, com missa celebrada na Igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no bairro Ipueiras, ao lado do SAMU. A celebração foi presidida pelo padre Francisco de Assis de Sousa.

Após a missa, às 10h00, houve a inauguração da reforma da sede do SAMU e homenagem ao ex-motorista do serviço de atendimento, onde discursaram a irmã de Felipe, Aurilúcia Luz; a diretora administrativa, Camila Luz; o prefeito Gil Marques de Medeiros; o secretário de Saúde, Aldo Gil; o presidente da Câmara, Chaguinhas; e o propositor da homenagem,o vereador Eriberto Barros.

Outros vereadores, secretários e coordenadores do município, assim como toda a equipe do SAMU e familiares de Danilo Felipe Luz, estiveram presentes na solenidade.

Gil Paraibano, prefeito de Picos, destacou a vinda do Samu em sua segunda gestão municipal, tendo sido uma das primeiras cidades do país a obter o serviço de atendimento móvel.

Prefeito Gil Paraibano

“O Brasil tem 5.600 cidades e este foi o 100º Samu do país. Isso custou muitas viagens a Brasília, mas o trouxemos. O secretário nos comunicou dessa reforma e autorizei. Infelizmente estamos praticamente sem ambulâncias. Tivemos que recuperar essas que têm aqui. Estão sucateadas, mas reformamos para que rodassem. Se não tivéssemos recuperado essas ambulâncias, o SAMU não estaria nem funcionando”, destacou.

Ele frisou o estado em que recebeu a referida sede e a importância dela para a microrregião.

“Não fizeram as coisas direito e o Governo Federal não mandou mais ambulâncias para Picos. Uma cidade do porte de Picos não poderia deixar de ter um SAMU. Somos o segundo maior entroncamento rodoviário do Nordeste, onde ocorre muitos acidentes, e precisamos ter aqui, tanto para o município como para os vizinhos, por isso estamos conseguindo ambulâncias novas para o SAMU, pois é um serviço que não pode ser feito por qualquer tipo de carro. Tem que estar em ordem”, destacou.

Prefeito Gil Paraibano

Questionado sobre a saída da regulação do âmbito municipal para o estadual, na gestão seguinte à sua, ele declarou que foi algo errado que fizeram, mas que “correrá atrás” para que retorne para Picos, evitando transtornos maiores.

“O que fizeram de errado, hoje, para consertar, é mais difícil. Na minha época, o chamado era direto para cá. Agora tem que pedir para Teresina, lá é a maior burocracia para liberar a equipe em Picos, e, enquanto isso, o acidentado fica uma, duas, três horas no asfalto quente, perdendo sangue. Irei a Teresina para reverter esse quadro, porque atrasa o atendimento aqui no município”, pontuou.

O secretário municipal de Saúde de Picos, Aldo Gil, relatou que quando assumiu a pasta, constava no sistema do Ministério da Saúde que no município de Picos havia sete ambulâncias no Samu, o que é contrário à real situação, onde há apenas duas, e defasadas.

Aldo Gil, secretário de Saúde de Picos

“Esse é o 100º Samu do Brasil, um dos primeiros do interior, trazido pelo Prefeito Gil Paraibano em sua outra gestão. Dando continuidade a essa preocupação que o prefeito tem com a saúde de Picos, de trazer melhorias, aproveitamos hoje para entregar a reforma da sede. Estamos lutando para conseguirmos duas ambulâncias novas para o Samu. Quando entramos, estava constando no sistema do Ministério da Saúde que havia sete ambulâncias no Samu de Picos, já demos baixa e agora estamos lutando por novas ambulâncias que espero conseguir essa conquista ainda este ano”, relatou.

Aldo Gil

A coordenadora administrativa do SAMU, Camila Luz, agradeceu o desempenho da gestão municipal em atender as demandas do serviço de atendimento, que é de suma importância na vida do povo picoense.

Camila Luz, coordenadora administrativa do Samu

“É muito gratificante para nós, funcionários do Samu, estarmos completando 15 anos. São 15 anos salvando vidas, lutando pela população picoense. Só quem trabalha aqui, diariamente, sabe a importância desse serviço que prestamos para a população picoense. Agradeço a Deus, ao prefeito e a nosso secretário de Saúde que não medem esforços em atender nossas demandas e têm olhado de forma especial para o Samu, porque sabem da importância e grandeza desse serviço para o povo de Picos”, frisou.

Aurilúcia Luz, irmã do homenageado – Danilo Felipe Luz -, agradeceu a homenagem a seu irmão e, muito emocionada, destacou os atributos do jovem que faleceu prematuramente, após ser colhido por um carro que tentava desviar de um buraco na PI-238, mesma rodovia em que está localizado o SAMU.

Aureluce Luz, irmã do homenageado

“Quero, em nome da família, agradecer por esta linda homenagem feita a meu irmão Danilo. Dos 15 anos de fundação do SAMU, ele trabalhou 11 anos e 9 meses. Quase 12 anos de serviço salvando vidas. Seu exemplo de dedicação, competência e responsabilidade e doação era conhecido por todos. Sua trajetória aqui no SAMU estará sempre guardada em nossas lembranças. Essa homenagem é mais uma forma de deixar viva essa lembrança em seus colegas e em nós, familiares”, falou tentando conter a emoção.

Danilo chegou a ser socorrido com vida, mas faleceu assim que deu entrada no Hospital Regional Justino Luz, no dia 10 de março de 2020.

Veja mais fotos:

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade