ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesGeral

Moradores fazem novo protesto e bloqueiam entrada do aterro sanitário de Picos

[ad#336×280]O aterro sanitário de Picos continua gerando polêmica. Na manhã desta segunda-feira (19), populares que vivem nos entornos do aterro, no Valparaíso, bloquearam a passagem dos caminhões coletores de lixo e montaram um acampamento para impedir que os resíduos sólidos da cidade sejam depositados no local.

Uma barricada formada com pneus e galhos foi preparada e os manifestantes prometem atear fogo, caso haja a tentativa de desbloqueio da passagem.

Uma equipe da Força Tática da polícia de Picos foi deslocada para o local e acompanha toda a movimentação.

De acordo com o líder comunitário Neto Araújo o protesto é pacífico, mas a entrada do aterro só será liberada caso a prefeitura cumpra a exigência e encontre outro espaço viável para instalação do aterro sanitário. “Não aceitamos a maneira como o lixo está sendo colocado. Nós já estamos sendo atingidos por moscas e por urubus, que bebem água nos açudes que a gente também bebe”, conta ele.

Os moradores também denunciam que o lixo hospitalar está sendo depositado de forma irregular, diferente do projeto apresentado pela administração durante as discussões para instalação do aterro. O material está exposto em algumas valas e está sendo enterrado sem a incineração prévia.

Manifestação no aterro sanitário de Picos - foto: Maria Moura
Manifestação no aterro sanitário de Picos – foto: Maria Moura
Força Tática cos - foto: Maria Moura
Força Tática cos – foto: Maria Moura

page

A especialista em gestão ambiental Glácia Lopes esteve no local e afirmou que, caso o lixo continue sendo depositado nas mesmas condições, o meio ambiente e a população da região poderão sofrer consequências como a contaminação do lençol freático. Ela explica que as valas são ineficientes se o solo não for impermeabilizado através de uma manta de proteção.

Esse foi o segundo protesto realizado pelos moradores da região. No início de maio, a reivindicação foi acalorada e pneus chegaram a ser queimados para impedir a entrada dos coletores carregados de lixo no aterro sanitário.

Outro lado

O secretário de governo da administração do prefeito Kléber Eulálio, Thiago Saunders Martins, comentou o impasse vivido entre o poder público e os moradores da região. De acordo com ele, todas as providências já foram tomadas para que o aterro funcione com todas as garantias ambientais exigidas no projeto original.

“Os tanques já foram cavados e a manta de impermeabilização já está no local. A máquina que vai instalar os materiais está vindo via terrestre de São Paulo e deve chegar na quarta-feira (19)”, informa.

Sobre o depósito de lixo hospitalar em valas, o Saunders explicou que a forma de incineração que existia no lixão do bairro Altamira era ineficiente, sendo necessário da prefeitura de Picos a aquisição de um incinerador profissional para eliminar qualquer possibilidade de contaminação dos resíduos hospitalares no meio ambiente.

O equipamento, segundo ele, já foi providenciado, mas, enquanto não chega, valas separadas foram criadas para depositar o material.

Aterro sanitário

O Aterro Sanitário é um aprimoramento de uma das técnicas mais antigas utilizadas pelo homem para descarte de seus resíduos, que é o aterramento. Modernamente, é uma obra de engenharia que tem como objetivo acomodar no solo resíduos no menor espaço prático possível, causando danos menores ao meio ambiente ou à saúde pública.

Essa técnica consiste na compactação dos resíduos no solo, na forma de camadas que são periodicamente cobertas com terra ou outro material inerte.

Ainda que sendo o método sanitário mais simples de destinação final de resíduos sólidos urbanos, o aterro sanitário exige cuidados especiais e técnicas específicas a serem seguidas, desde a seleção e preparo da área até sua operação e monitoramento.

Mais fotos do aterro sanitário de Picos:

Aterro sanitário de Picos - Foto: Maria Moura
Catador de lixo trabalha sem equipamentos de proteção – Foto: Maria Moura
Aterro sanitário de Picos - Foto: Maria Moura
Lixo reciclável coletado no aterro sanitário – Foto: Maria Moura
Aterro sanitário de Picos - Foto: Maria Moura
Aterro sanitário de Picos – Foto: Maria Moura
Aterro sanitário de Picos - Foto: Maria Moura
Ao fundo, vala onde é depositado lixo hospitalar – Foto: Maria Moura
Aterro sanitário de Picos - Foto: Maria Moura
Aterro sanitário de Picos – Foto: Maria Moura
Aterro sanitário de Picos - Foto: Maria Moura
Carcaças animais originários do Matadouro de Picos – Foto: Maria Moura
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade