ad16
DestaquesSaúdeTodas as Notícias

Mortes por Covid no Piauí chega a 32 em um dia; novos casos chegam a 1409

A última vez que o estado registrou números tão altos foi no dia 3 de julho de 2020.

Piauí volta a bater recorde no número de óbitos devido a Covid-19 no dia de hoje (11). Ao total foram 1409 novos casos confirmados e 32 óbitos. A última vez que o estado registrou números tão altos foi no dia 3 de julho de 2020. Os dados foram divulgados na noite desta quarta-feira (11) pela Secretária de Estado da Saúde (Sesapi). Em cinco dias são 117 mortes. As informações são do Cidade Verde. 

Dos 1409 casos confirmados da doença, 797 são mulheres e 612 são homens, com idades que variam de um a 97 anos. Quatorze homens e dezoito mulheres foram vítimas da Covid-19. Oito mulheres foram vítimas fatais na capital Teresina nas últimas 24 horas. 

Eles eram de Barras (33 anos), Colônia do Gurguéia (70 anos), Conceição do Canindé (87 anos), Corrente (80 anos), Esperantina (82 anos), Luís Correia (54 e 95 anos), Parnaíba (64 anos), São Raimundo Nonato (86 anos), Teresina (65, 75, 88 e 94 anos) e Valença do Piauí (63 anos). As mulheres eram naturais de Altos (87 anos), Alto Longá (82 anos), Cocal (39 anos), Campo Maior (63 e 71 anos), Esperantina (81 anos) Floriano (62 anos), Ilha Grande (69 anos), Luís Correia (76 anos), Parnaíba (52 anos) e Teresina (33, 41, 61, 63, 64, 73, 74, e 77 anos). Somente três das 32 vítimas não possuíam doenças preexistentes.

Os casos confirmados no estado somam 184.059 distribuídos em todos os municípios piauienses. Já os óbitos pelo novo coronavírus chegam a 3.577 e foram registrados em 214 municípios. Até agora, morreram 2.089 homens e 1.488 mulheres.

Dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à Covid-19, há  981 ocupados, sendo 554 leitos clínicos, 350 UTIs e 77 em leitos de estabilização. As altas acumuladas somam 10.511 até o dia 11 de março de 2021.

A Sesapi estima que 179.501 pessoas já estão recuperadas ou seguem em acompanhamento médico.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.