ad16
Educação

Movimentação intensa no primeiro dia de matrículas novas na Rede Estadual de Ensino

[ad#336×280]As escolas da Rede Pública Estadual de Ensino já começaram a receber novos alunos na manhã desta segunda (13). Pais e alunos deverão ficar atentos para não perder o período de matrículas que se encerra nesta sexta-feira (17).

Uma série de investimentos, tanto na estrutura física como pedagógica das escolas, vem sendo feitos pela Secretaria de Estado da Educação e Cultura para receber todos os alunos. “Temos muitas escolas espalhadas em todas as comunidades e todas elas estão aptas para atender aqueles que procuram uma vaga”, garante Alberto Machado, gestor da 21ª Gerência Regional de Educação (GRE).

Uma dessas é o Centro Estadual de Educação Profissional (Ceep) Professor Ruy Leite Berger Filho, que oferece ensino médio e profissionalizante aos estudantes da zona sudeste de Teresina. Durante toda a manhã, a procura foi intensa e as 120 vagas disponíveis para o 1º ano do ensino médio já foram preenchidas. Com grande expectativa para o início do ano letivo, Lucineide Ferreira já garantiu a vaga da filha. “Já ouvi vários comentários positivos sobre essa escola, é o primeiro ano da minha filha aqui, então espero que melhore ainda mais”, afirma.

Alunos entrando na escola para a prova-Foto: Romário Mendes
Alunos entrando na escola para a prova-Foto: Romário Mendes

Apesar da grande procura, nenhum aluno deverá ficar fora da sala de aula. Segundo Alberto, a Seduc, através da 21ª GRE, teve a preocupação de fazer o reordenamento das escolas. “A recomendação é que os gestores das escolas procuradas orientem os pais a procurarem as escolas mais próximas. Perto do Ruy Berger temos a U. E. Conceição Salomé, recém contemplada com o ensino de Tempo Integral; o Raldir Cavalcante que atende o ensino fundamental; o Caic João Mendes Olímpio de Melo e o Fontes Ibiapina, que recebe todas as modalidades; além do São Sebastião, que oferece turmas à noite”, esclarece.

No ato da matrícula devem ser apresentados documentos de identificação, como certidão de nascimento ou RG, e documentos que comprovem a escolaridade do aluno, como certificado e histórico escolar. No caso de alunos maiores de 18 anos são solicitados, ainda, título de eleitor e certificado de reservista (sexo masculino).

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade