ad16
https://ead.uninta.edu.br/
AutoPECASonline24.pt
GeralPolíticaTodas as Notícias

No PI, Eduardo Campos critica Dilma e afirma: “Brasil caminha errado”

O ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), pré-candidato a Presidência da República, afirmou ao desembarcar que a presidente Dilma Rousseff (PT) não está olhando para o Nordeste e criticou a ineficiência da Eletrobras no Piauí.

Eduardo Campos
Eduardo Campos – Foto: Reprodução/Cidade Verde

Eduardo Campos desembarcou no hangar particular às 18h35 e foi recepcionado pelo ex-governador do Piauí, Wilson Martins (PSB), e pelo prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB).

 “O Brasil caminha errado e o Nordeste está sofrendo com isso. Vivemos tempo de estiagem dura, sabemos que o ditado popular que está valendo: o pau quebra pelo lado mais fraco e quem paga a conta somos nós”, afirmou.

No aeroporto de Teresina Eduardo concedeu entrevista coletiva e seguiu para a cidade de Timon (MA), onde vai participar de atividade política no Centro de Convenções Maranhense.

edutimon22

 Ele criticou a atual política econômica do país e disse que o brasileiro quer mudança e não tem dúvidas de que seu nome é bem aceito.

 O ex-governador declarou ainda que acredita na aliança com o PSDB e PMDB no Piauí.

Campos voltou a atacar a presidente Dilma Rousseff e disse que o Nordeste foi abandonado pelo governo Dilma.

 “O Nordeste não teve o prazer de ver uma obra estruturadora. Uma obra se quer…Brasília não enxerga o nordeste brasileiro. O governo que está aí foi eleito pelos nordestinos e não faz nada pelo Nordeste”, disse Eduardo Campos.

 Ele acusou o atual governo de deixar obras pela metade e disse que Lula fez mais pelo País do que Dilma. “Este ano é decisivo em nossas vidas. O Brasil vinha melhorando e Brasília deixou de olhar para o Nordeste. Faz três anos que o Nordeste percebeu a mudança desde que o presidente Lula deixou a presidência da República. O Brasil parou de crescer”.

 Durante entrevista, Eduardo Campos acusou o governo de protelar o reajuste da energia para depois das eleições. “A minha preocupação com a Petrobras é olhar o setor elétrico. O Brasil está com um problema sério na área de energia, está se postergando o reajuste de tarifa de energia elétrica para depois das eleições”,disse.

Fonte: Cidade Verde

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade